RCB/TuneIn
Quarta, 26 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“VAMOS AGUARDAR PELO EVOLUIR DA SITUAÇÃO”
Rádio Cova da Beira
A concelhia do PSD de Belmonte mantém, para já a confiança política nos vereadores Amândio Melo e Luís António Almeida que decidiram aceitar o desafio da actual maioria socialista para assumirem pelouros no executivo. A questão foi avaliada na última reunião da comissão política e, em comunicado, o PSD afirma que “não acompanha atitudes e posições que violam os mais elementares princípios democráticos”.
Por Nuno Miguel em 22 de May de 2018
Questionado pela RCB, o líder da concelhia social democrata de Belmonte sustenta que este tipo de atitudes acabam por trair a confiança dos cidadãos nos partidos e nos eleitos mas rejeita, no imediato, a retirada da confiança política “vamos ver qual a forma como evoluem as relações com as pessoas que estão no executivo, sendo certo que há compromissos políticos e nós continuamos a aguardar serenamente que eles se cumpram. As pessoas são pessoas de bem e mais à frente, em função daquilo que for o seu comportamento e do cumprimento da sua palavra vamos analisando e avaliando aquilo que é a postura política que seja adequada a cada momento”.  
Luís Elvas espera poder reunir em breve com os dois eleitos da coligação entre o PSD e o MPT para conhecer as razões que estiveram por detrás desta decisão “havemos de ter a oportunidades para o vereadores explicarem melhor, se assim o entenderem, A nós e às populações porque é que subverteram aquilo que disseram aos eleitores que iriam fazer caso fossem eleitos. E não adianta virmos com conversa que estamos todos a trabalhar. È certo que estamos todos a trabalhar e todos temos vontade de contribuir, mas numa sociedade democrática trabalham aqueles que estão na situação e na oposição. Não tem todos de estar no governo. Cada um tem de cumprir o papel que os eleitores lhe confiaram. Subverter isso não me parece que seja saudável”.  
Neste comunicado, a concelhia afirma que “a aceitação, por parte do PSD” da inclusão de independentes nas suas listas foi traduzida na celebração de compromissos com palavra de honra”. Questionado pela RCB sobre se esse acordo prevê uma estratégia de rotatividade entre os elementos que integram a lista, Luís Elvas considera prematuro abordar o assunto “o acordo que está celebrado tem um tempo e esse tempo ainda não chegou. Na data em que se chegue à altura em que ele tem de ser cumprido é ai que voltaremos a conversar. Mas até lá não tenho nenhuma razão para duvidar que as pessoas que assumiram esse compromisso de honra não o vão honrar”.  
Na nota enviada à comunicação social, a comissão política do PSD afirma ainda que “a atitude agora tomada” pelos vereadores “desrespeita os partidos, militantes e simpatizantes mas sobretudo despreza os cidadãos do concelho de Belmonte”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados