RCB/TuneIn
Terça, 23 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PEREGRINOS A CAMINHO DE F√ĀTIMA
Rádio Cova da Beira
Vários grupos de peregrinos da região já estão a caminho de Fátima. Por estes dias, a fé e a devoção por Nossa Senhora une- os, mas no final outro percurso continua durante todo o ano: o da amizade.
Por Paulo Pinheiro & Ana Gil em 08 de May de 2018

O caminho não é fácil, é duro, mas os laços de amizade que se criam, a partilha de risos e choros, a boa disposição e a oração conseguem vencer a dor e o cansaço que muitas vezes invadem os caminhantes.

 

Pela nona vez, o Grupo Desportivo da Mata organiza a peregrinação a Fátima e este ano cresceu muito o número de pessoas que integram o grupo

 "Houve um acréscimo de peregrinos. Até agora nunca atingimos os 40 e hoje vamos partir com 60”, refere um dos membros da organização. No grupo vão ainda seis guias e 15 apoios, entre eles um podologista e um enfermeiro “é já uma organização com muita responsabilidade”, declara António Baltazar.

São 171 quilómetros que os peregrinos vão efectuar, mas para que tudo esteja preparado a tempo e horas o trabalho começa no início do ano

“É um trabalho feito desde Janeiro com a marcação dos locais onde os peregrinos vão ficar. No dia 16 de Janeiro 2018 conseguimos consolidar todos os alojamentos, depois é preciso pedir apoios e patrocínios. Dá muito trabalho, mas é um convívio espectacular e ganham-se amizades que nunca mais se perdem na vida”, refere.

 

A etapa mais longa é a que liga Cambas à Sertã num total de mais de 40 quilómetros. O grupo vai chegar a Fátima no sábado, 12 de Maio, assiste às cerimónias dessa noite e no domingo de manhã “todo o pessoal de apoio regressa à Covilhã”. Chegados à cidade o trabalho continua porque é tempo da entrega dos carros emprestados e de descarregar todo o material sobrante.

Até ao dia 13 de Maio, a Guarda Nacional Republicana intensifica as acções de patrulhamento nas principais vias de acesso à cidade de Fátima, com o objectivo “de apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as suas deslocações. A GNR reforça sinda o policiamento no Santuário e zonas envolventes.

Durante os trajectos, a Guarda Nacional Republicana deixa alguns conselhos aos peregrinos:

Andar em fila indiana; sinalizar o início e fim dos grupos; não andar na estrada; mas sim pela berma; caminhar sempre na berma contrária ao sentido de trânsito; não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões, usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes reflectores; não usar auscultadores de rádio; tomar especiais cuidados ao atravessar as vias, entre outras.

 

foto: Esta terça-feira, à partida para a peregrinação. 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados