RCB/TuneIn
Domingo, 16 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
AMC: MOÇÃO REIVINDICA QUARTEL DA GNR NO TORTOSENDO
Rádio Cova da Beira
Assembleia Municipal da Covilhã (AMC) aprovou por unanimidade moção onde reconhece a necessidade da construção imediata do novo quartel da GNR do Tortosendo. No documento, apresentado por Luís Fiadeiro, do movimento “De Novo Covilhã”, a assembleia pede ao governo que concretize esta obra há muito aguardada pela vila.
Por Paula Brito em 08 de May de 2018
 

 “Há mais de 16 anos que o posto da GNR está localizado em instalações provisórias, tendo sido adaptada uma casa de habitação para o efeito. Tal posto, e sem óbice do enorme esforço e trabalho realizado pelos militares que ali prestam a sua actividade, não possui as adequadas condições para a sua finalidade. A construção de um novo quartel para a GNR tem constituído um dos maiores anseios da população do Tortosendo, sendo uma aspiração justa, legitima e que tarda concretizar.”

A moção vem, na opinião do presidente da junta do Tortosendo, reforçar uma moção similar aprovada no anterior mandato. David Silva recordou o pedido de esclarecimento enviado pela junta de freguesia à secretária de estado da administração interna, onde a autarquia pretendia saber se o quartel do Tortosendo faz parte do investimento de 3 milhões de euros para o distrito anunciado recentemente na região pela governante.

Uma resposta que chegou na voz do presidente da câmara. Vítor Pereira diz que o quartel da GNR do Tortosendo é, para o ministério da administração interna, prioritário, resultado de uma visita realizada à Covilhã, ainda no anterior mandato, pela secretária de estado da tutela.

“Foi importante essa visita a tal ponto que, há uma proposta no sentido de se requalificarem os postos do Paul e Unhais da Serra, e obviamente que, mais acima nas prioridades está também o posto da GNR do Tortosendo, aliás, em recente conversa com o ministro da administração interna reiterou-me isso relativamente ao Tortosendo que é considerado uma prioridade no MAI.”  

A moção agora aprovada vai ser enviada ao Primeiro Ministro, Ministro da Administração Interna, secretária de estado adjunto e da administração interna e deputados eleitos pelo distrito. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados