RCB/TuneIn
Quinta, 24 Mai 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PSD APRESENTA SECÇÃO INTERDISTRITAL
Rádio Cova da Beira
José Alberto Duarte vai coordenar a secção interdistrital do PSD, que envolve os distritos de Castelo Branco, Guarda e Portalegre, de educação, cultura, juventude e desporto. A medida faz parte do projecto delineado pelo conselho estratégico nacional do PSD e que tem como objectivo abrir as portas do partido à sociedade civil tendo em vista a elaboração do próximo programa de governo.
Por Nuno Miguel em 24 de Apr de 2018
Para além de José Alberto Duarte, que coordena a secção interdistrital e a educação, o organismo integra ainda nesta área nomes como Jorge Crucho, Carlos Almeida, Carla Ponte e António Carvalho. Luís Santos coordena a área da cultura, acompanhado por Rui Barata. Hugo Lopes é o responsável máximo na área da juventude e desporto sendo que Miguel Barroso também integra este grupo. Cláudia André é a porta voz deste grupo de trabalho.
Na apresentação deste projecto, o coordenador da secção interdistrital já definiu quais os passos que se vão seguir “a comissão vai começar a trabalhar internamente e depois, em função das directrizes que nos forem dadas e das propostas que vamos formular, vamos evoluir nesse âmbito. Para já temos pessoas do partido e independentes que conhecem muito bem as áreas específicas que vamos trabalhar. O nosso grande interesse para por ouvir a sociedade civil, nomeadamente nas áreas afectas a esta secção interdistrital, para existir uma transversalidade nos temas que vão ser abordados”. 
David Justino, antigo ministro da educação e actual presidente do conselho estratégico nacional do PSD acredita que o desenvolvimento deste trabalho vai permitir aos social democratas terem um conhecimento mais profundo da realidade vivida em todos os distritos do país e apresentar aos portugueses as melhores propostas nas eleições legislativas do próximo ano “este trabalho é um misto entre aquilo que era o antigo gabinete de estudos e o conselho estratégico que já existia. O objectivo é podermos mobilizar as pessoas para participarem na discussão e na elaboração daquilo que pode ser o próximo programa de governo”.
Também o presidente da distrital do PSD de Castelo Branco sublinha que é a primeira vez que os social democratas fazem um trabalho deste tipo, sublinhando os eleitores não podem perdoar programas eleitorais pouco rigorosos. Ao mesmo tempo Manuel Frexes não poupa nas críticas ao governo a propósito da reprogramação de fundos do actual quadro comunitário “o governo quer retirar centenas de milhões de euros alocados a investimentos no interior para os desviar para o litoral e ai apoiar grandes projectos. Não bastava já não nos darem nada e terem contribuído para uma desertificação cada vez mais acelerada e ainda nos tiram o pouco investimento que tínhamos. Quando eles dizem que é preciso investir no interior e trazer pessoas para a região esquecem-se que a única maneira de o fazer é captar mais empresas, que gerem emprego e que criem condições para que as pessoas aqui possam viver. Temos de criar oportunidades. Não precisamos de esmolas. Precisamos é de investimento para que caminhemos com as nossas próprias pernas”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados