RCB/TuneIn
Quinta, 20 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“NÃO ME ESCANDALIZA QUE SEJA DE LISBOA OU DO PORTO”
Rádio Cova da Beira
O presidente da concelhia do CDS/PP da Covilhã considera que o cabeça de lista pelo distrito às eleições legislativas do próximo ano deve ser uma personalidade que conheça bem os problemas do interior e que parta para esse acto eleitoral com o objectivo de ser eleito.
Por Nuno Miguel em 20 de Apr de 2018
Em entrevista ao programa “Flagrante Directo” da RCB, João Vasco Caldeira sublinha que “aquilo que é necessário é que os candidatos à assembleia da república tenham efectivamente consciência daquilo que é a realidade do nosso distrito e que caso sejam eleitos os representem. Se é alguém que está em Lisboa ou no Porto isso não me escandaliza. Há é que dar representação aos eleitores do distrito de Castelo Branco. Preocupar-se com as problemáticas do distrito seja na área da saúde, das vias de comunicação ou outras. E há também que ter uma preocupação no resultado eleitoral porque aquilo que se trata é eleger, ou não, o candidato do distrito de Castelo Branco”.  
Questionado sobre se Adolfo Mesquita Nunes, actual vereador na câmara da Covilhã, se enquadra neste perfil, João Vasco Caldeira é peremptório “essa é uma questão que lhe deve ser colocada a ele. Não sei se está no horizonte dele ser candidato à assembleia da república. Aquilo que eu sei que o vereador tem no horizonte é honrar o mandato que lhe foi entregue nas eleições autárquicas. Isso tenho a certeza de que o vai cumprir até ao fim. Quanto ao resto, o futuro a Deus pertence”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados