RCB/TuneIn
Segunda, 23 Abr 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SA√öDE PARA TODOS NA COVA DA BEIRA
Rádio Cova da Beira
O director clinico do Agrupamento de Centros de Sa√ļde da Cova da Beira (ACES), Ant√≥nio Santos Silva, em entrevista √† RCB, diz que na Cova da Beira se cumpre o lema com que este ano se comemorou o dia mundial da sa√ļde, ‚ÄúSa√ļde para todos, em todos os lugares‚ÄĚ.
Por Paula Brito em 09 de Apr de 2018
 

 “A saúde na Cova da Beira é para todos, porque no Teixoso não temos utentes sem médico de família, no Tortosendo a mesma coisa, no Fundão também não há utentes sem médico de família, temos apenas utentes sem médico de família na Covilhã, cerca de 900, provavelmente estarão relacionados com estudantes que vêm para a UBI, sobretudo dos PALOPES, no ano passado vieram estudar para a UBI cerca de 900 estudantes, e depois temos o problema de Belmonte.”

Devido às especificidades de Belmonte, existem 500 utentes naquele concelho sem médico de família.

“O problema de Belmonte está a ser solucionado introduzindo esses utentes no ficheiro de um médico que ainda não está completo, é evidente que vão sobrar alguns utentes sem médico de família, mas Belmonte tem uma particularidade, é que tem utentes inscritos que não pertencem ao concelho mas trabalham em Belmonte, estamos a falar de um elevado número de trabalhadores do sector das confecções.”

Para dar assistência a esta população móvel o ideal seria mais um médico em Belmonte, mas a lacuna nunca será suprida por concurso uma vez que o concelho cumpre o rácio nacional de 1.900 utentes por médico de família. A contratação de um quinto médico só será possível se a autarquia estiver disposta a financiar a sua contratação, conclui o director do ACES, em entrevista ao programa Flagrante Directo da RCB no passado sábado, no dia em que se comemorou o dia mundial da saúde.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados