RCB/TuneIn
Quinta, 20 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ABRIR NOVOS HORIZONTES COM NOVAS COMPETÊNCIAS
Rádio Cova da Beira
O pavilhão Multiusos do Fundão transformou-se, ao longo de quatro dias, numa sala cheia de criatividade e talento. A terceira edição do “Ignite Your Future” acolheu mais de uma centena de jovens, de cerca de 20 cidades do país, que desfrutaram de um programa de aprendizagem e competição sobre componentes técnicas e tecnológicas que constituem as competências profissionais do futuro.
Por Paulo Pinheiro em 07 de Apr de 2018

O evento desenvolvido pelo município do Fundão, Altran , Universidade da Beira Interior (UBI) e a Agência Gardunha XXI proporciona aos estudantes do ensino secundário desafios e exercícios no domínio da informática, robótica e outras tecnologias.

 

Num ambiente de partilha de conhecimentos e experiências, o “Ignite Your Future” promove o contacto directo e interactivo de jovens com gosto em desenvolver as suas competências informáticas com ferramentas e processos tecnológicos de última geração.

 

O Fundão está nos lugares cimeiros das cidades que apostam nas novas tecnologias considerando-as como “uma área crucial” que também contribuem para a afirmação do território fundanense.

Na sessão de encerramento da terceira edição do “Ignite Your Future”, a directora geral da Altran defendeu que o Fundão é um caso de estudo a nível nacional

“À data de hoje, o Fundão é uma referência, é um caso de estudo para o país, é um exemplo a seguir e que deixou de ser uma cidade do interior para ser uma referência tecnológica, com recursos especializados, com altas competências tecnológicas, que tira partido da formação superior que está ao dispor na região e que mostra um forte conhecimento em línguas que é tão apreciado pelos nossos clientes e pelos vários projectos que desenvolvemos aqui”.

Célia Reis que apontou os horizontes de crescimento da empresa destacou o facto de o evento “estar já a dar resultados práticos” e apontou o caso de Rafael Soares

“O Rafael esteve no vosso lugar em 2016 e hoje está a fazer um estágio e e a trabalhar connosco (Altran). Queria também referir o caso do Gustavo Gomes e do Kevin Clemente que fizeram parte da equipa de monitores da primeira e da segunda edições do “Ignite Your Future” e já são colaboradores da Altran”.

 

Rafael Soares já tinha interesse pela área, mas o “Ignite Your Future” abriu-lhe novos horizontes. Actualmente estuda na Escola Superior de Tecnologia (EST do IPCB), no curso de Gestão e Programação de Sistemas de Informação e há cerca de mês e meio está a estagiar na Altran. O estudante sublinha a importância do encontro

“É um evento muito bom que permitem aos jovens que participam abrir horizontes na área e ver que a informática tem um grande futuro. Quero agradecer à Altran a oportunidade que me estão a dar de poder estagiar na empresa. É muito bom”, afirma.

Radiante está Margarida Mouzelo, do Fundão, é o segundo ano que participa na iniciativa e integrou a equipa vencedora desta terceira edição do “Ignite Your Future”. Pretende entrar no curso de Medicina Veterinária, mas reconhece que a informática é uma ferramenta essencial no dia-a-dia das pessoas, nomeadamente dos estudantes

“É incrível. Não estava nada à espera de conseguir o primeiro lugar. O evento dá-nos muitas bases informáticas o que nos ajuda imenso tanto nos programas como noutras situações. Aprendemos coisas que se estivéssemos na escola porventura não conheceríamos. Nesta edição do Ignite, o nosso projecto era uma pulseira electrónica que media a pulsação e se estivesse abaixo de 40  mandava uma mensagem ao 112, via telemóvel, e também era um despertador para comprimidos e se, por exemplo, esse dispositivo desemparelha-se do telemóvel havia um alarme para a pessoa não se esquecer do telefone, o que e bom para toda a gente”, frisa.

Pedro Inácio e Paulo Fazendeiro apontados como “os cérebros do evento” são dois dos cerca de 30 docentes e alnos da UBI que assumem o cargo de monitores e mentores do evento.

O “Ignite Your Future” assume-se como uma iniciativa que pretende ajudar os jovens a escolher o seu futuro e, para isso, fornece ferramentas e oferece a oportunidade de contacto com a robótica e a programação.

Para Pedro Inácio, o “Ignite” reforça a ideia de que a informática vai continuar a fazer um mundo cada vez melhor

“Vou sempre dizer que a informática vai fazer um mundo melhor. Os jovens têm a oportunidade de ver todas as áreas onde a informática se aplica hoje.  A informática não é só um computador porque tem uma quantidade enorme de aplicações e eles aqui experimentam algumas dessas aplicações”.

Já Paulo Fazendeiro destaca a criatividade que sentiu na sala ao longo dos dias de realização do encontro

“Procuramos aqui desenvolver essa criatividade, a resolução criativa de problemas foi onde nós mais investimos. Também na perspectiva de que muitos destes jovens vão estar a trabalhar em profissões que neste momento ainda não foram inventadas, por isso, e importante que desenvolvam a capacidade de raciocínio, a criatividade para no futuro poderem vir a enfrentar esses desafios. Ao nível da inteligência artificial ainda há muitos campos que têm que ser ainda desenvolvidos. Os avanços que vêm por aí são tremendos. É todo um mundo novo que nos espera”.

A UBI é parceira desde a primeira edição. O vice-reitor José Páscoa salientou a visão e o empenho do município do Fundão nesta área, um investimento que vai muito para além da tradicional rotunda

“É sempre mais fácil investir numa rotunda, que fica para sempre, do que investir em vocês, mas o investimento nas pessoas é eterno. Faço-vos um pedido especial: que vos esperamos daqui a um, dois ou três anos, como alunos da UBI ou também no Politécnico da Guarda que está aqui no evento”.

O presidente da CMF defendeu uma atitude colaborativa como a chave do sucesso também do “Ignite Your Future”, mas que +e transversal todas as áreas. Para Paulo Fernandes, e num tempo em que o Fundão está no foco de muitas entidades, o trabalho que está a ser desenvolvido nesta área tem valido a pena

“Está a valer a pena e estamos a fazer algo que pode fazer a diferença não para nós mas para cada um de vocês na liberdade e na consciência de cada um de poder ter mais um espectro de escolha, poder ser um cidadão mais do mundo na sua terra ou região natal. Isso é algo que nos enche a todos de grande alegria”.

A sessão de encerramento foi presidida pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Depois de ter reunido com os representantes das diversas entidades que promovem o evento, Maria Fernanda Rollo deixou elogios às entidades que abraçaram este projecto “numa terra que mostra que é possível fazer diferente quando se aproveitam sinergias. Num folheto que foi distribuído estavam as principais razões do “Ignite Your Future”

“A primeira é a sorte de termos uma câmara do Fundão gerida desta maneira, outra é ter uma empresa como a Altran, uma universidade a contribuir e sobretudo a trabalharem em conjunto, mas depois passar-vos (jovens) esta mensagem a vocês que estão em final de secundário: com ensino superior, com formação, com aquilo que aqui vos foi induzido têm mais 85% de probabilidades de ter emprego, melhores salários, melhor bem-estar e contribuir melhor para o país”.

 

Para o ano há mais e os promotores continuam à espera da adesão dos jovens de todo o país.

 

Nesta terceira edição foram distribuídos quatro prémios.

Prémio aos alunos “Veteranos “, participaram nas três edições:

Beatriz Mendonça, Catarina Capinha, Daniela Almeida, Daniel Lowson, João Vinagre, Miguel Silva e Miguel Mangueiro.

 

Terceiro Lugar:

Marta Peraboa, Hugo Vieira, Daniela Almeida. Mentor: Eduardo Paulos.

 

Segundo Lugar:

Beatriz Mendonça, José Santos. Mentor: Alexandre Agostinho

 

Primeiro Lugar:

Margarida Mouzela, Kevin Borges, Rui Malaínho.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados