RCB/TuneIn
Domingo, 22 Abr 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
EPABI QUER ALARGAR OFERTA FORMATIVA
Rádio Cova da Beira
O director pedagógico da escola profissional de artes da Covilhã espera que o ministério da educação possa dar luz verde ao projecto de alargamento da oferta formativa daquele estabelecimento de ensino.
Por Nuno Miguel em 05 de Apr de 2018

Actualmente a Epabi ministra cursos na área da música mas é intenção dos seus responsáveis também promover formações nas áreas do teatro da dança e da interpretação. A comemorar 25 anos de vida, Pedro Pais considera que esse seria o melhor presente de aniversário por forma a contribuir para o crescimento da escola “o melhor presente que podemos receber é darem-nos condições para assegurar o futuro da instituição. Bem sabemos que os tempos que vivemos não são fáceis, o financiamento não estica mas julgo que se tivermos por parte da tutela uma aprovação de outros cursos dentro da área das artes isso seria muito importante. A escola foi criada com esta designação para poder abranger outras artes e neste caso em concreto estou a falar da interpretação, do teatro e da dança. A escola já candidatou esses cursos, todos eles têm aprovação pedagógica e eu gostaria muito que estas ofertas pudessem começar a ser trabalhadas em breve no sentido de permitir que a escola possa crescer”.

Dentro dessa estratégia de crescimento, Pedro Pais sublinha que outra das necessidades passa pela construção de uma residência dentro do complexo escolar, uma vez que existe uma grande percentagem de alunos deslocados. Um projecto que o director pedagógico da Epabi gostaria de ver concretizado a médio prazo “uma residência seria fundamental porque temos alunos de várias partes do país e ter um apoio extra escola para que os alunos possam permanecer na Covilhã com confiança e segurança para os pais seria muito bom. Na qualidade de director pedagógico tenho tentado sensibilizar a administração e a câmara municipal para a existência desta lacuna e estou certo que existe essa sensibilidade para encontrar uma solução melhor do que aquela que temos actualmente. Nós temos um terreno grande junto ao edifício escolar que pertence à empresa que tem a gestão da escola e eu acredito que a médio prazo podemos pensar muito seriamente nessa aspiração”.    


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados