RCB/TuneIn
Terça, 17 Jul 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
TRÂNSITO NA CIDADE PREOCUPA COMERCIANTES
Rádio Cova da Beira
Na assembleia geral da Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão (ACIF), que aprovou por unanimidade o relatório e contas do ano passado, os comerciantes que marcaram presença manifestaram as suas preocupações em relação ao trânsito e estacionamento na zona antiga.
Por Paula Brito em 01 de Apr de 2018
 

Lembrando o abaixo-assinado que pede para que a rotunda junto à Estalagem da Neve tenha um sentido descendente, pelo Espírito Santo, os comerciantes pediram ainda mais fiscalização no estacionamento condicionado e proibido, como é o caso da rua da cale. Carlos São Martinho prometeu levar o assunto à câmara municipal, mas recorda que levar o trânsito de novo para a cidade sem que haja estacionamento disponível na zona antiga “é estar a por um problema em cima de outro problema”.

Em relação às contas, a ACIF terminou 2017 com um resultado líquido positivo de 2.016 euros, a contrastar com o saldo negativo de 36 mil euros do ano anterior.

“Muito por força de alguns projectos que vimos aprovados e de alguma reorganização que incluímos nalgumas actividades como a SangriAgosto e a campanha de Natal, em que houve mais adesão dos comerciantes, o que levou a que tivéssemos um conjunto de receitas próprias que equilibraram o vasto conjunto de despesas que a Associação tem.”

Para este ano a direcção apresentou de novo candidatura para a realização da SangriAgosto, no valor de 50 mil euros.

“É um valor ligeiramente superior ao ano passado, esperamos ver aprovada esta candidatura porque, se assim for, podemos ainda reforçar mais a componente de atracção da SangriAgosto que tivemos em 2017. Foi importante esta candidatura não só em termos financeiros mas também em termos do objectivo que lhe está subjacentes que é uma maior consciência ecológica.” 

A ser aprovada a candidatura da SangriAgosto, este ano o festival vai abolir em definitivo o plástico, tornando-se um festival cada vez mais ecológico.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados