RCB/TuneIn
Quinta, 20 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DIA NACIONAL DO DOENTE COM AVC
Rádio Cova da Beira
A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) alerta para a import√Ęncia da reabilita√ß√£o dos doentes e de uma popula√ß√£o bem esclarecida.
Por Paulo Pinheiro em 31 de Mar de 2018

A SPAVC considera muito importante a comemoração deste dia, "sobretudo, falando para a população", que tem de ser alertada para esta doença. No que diz respeito aos factores de risco, o presidente da Sociedade, destaca ainda a poluição atmosférica, “da qual se fala há pouco tempo, mas que é mais um importante factor de risco a juntar aos tão falados e para a qual importa sensibilizar a população”.

 

Quanto à reabilitação, nas palavras do especialista, trata-se de "um direito que temos de exigir enquanto o doente não tiver as mesmas funções que tinha antes do AVC". "Psicologicamente, se o doente no pós-AVC continuar a ser assistido, isto é uma esperança para a sua vida", esclarece o presidente da SPAVC.

 

Quem se junta a este apelo é a Portugal AVC – União de Sobreviventes, Familiares e Amigos. O presidente da associação, Dr. António Conceição, considera que a "reabilitação é um direito e não uma esmola", caracterizando como impensável o facto de, em alguns casos, os doentes serem meros números, "definindo-se três meses de reabilitação para todos".

 

Ao fim de quatro anos, mais 30% dos sobreviventes de AVC revelam restrições na autonomia, reinserção e papel social. Reabilitação tem que ser cada vez mais uma aposta no cuidado do doente vascular cerebral 

Por hora, três portugueses sofrem um AVC, um dos quais resulta em morte. Dos restantes, metade ficará com sequelas incapacitantes. Face estes números, e para sensibilizar e informar a população sobre este problema de Saúde Pública, a SPAVC dinamiza actividades gratuitas de norte a sul do país.

 

Sinais de alerta

O AVC é um défice neurológico súbito, motivado por isquemia (deficiência de irrigação sanguínea) ou hemorragia no cérebro. Para prevenir a doença devem ser adotados hábitos de vida saudáveis, evitar o tabaco e a vida sedentária, sendo também importante ter atenção a doenças como a hipertensão, diabetes ou arritmias cardíacas.

Os principais sinais de alarme do AVC, que exigem a chamada imediata para o 112, são:

Desvio da face;Falta de força num braço;Dificuldade na fala.

 

As primeiras horas após o início dos sintomas de AVC são essenciais para o socorro da vítima, pois é esta a janela temporal que garante a eficácia dos principais tratamentos.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados