RCB/TuneIn
Domingo, 23 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BVC: NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS TOMAM POSSE
Rádio Cova da Beira
O presidente da direcção dos bombeiros voluntários da Covilhã pretende que até final do mandato esteja concluído o processo de construção da nova garagem para viaturas da corporação. Reeleito para o cargo na passada sexta-feira para mais três anos à frente da associação, Joaquim Matias coloca essa intervenção como prioritária ao nível das infraestruturas a par da requalificação do quartel da secção do Paúl.
Por Nuno Miguel em 31 de Mar de 2018
“Já estamos a trabalhar com a câmara municipal no sentido de fazermos uma intervenção no quartel do Paúl porque os operacionais que ali temos também necessitam de ter melhores condições e sabemos que o quartel está muito degradado e com vários problemas de humidade e de infiltrações. Já reunidos com o presidente da câmara municipal e com o vereador do pelouro e penso que essa intervenção está bem encaminhada. Aqui temos um terreno que já nos foi cedido pela câmara municipal onde vamos também elaborar um projecto para apresentar ao município no sentido de avançar com a construção de uma nova garagem para as nossas viaturas”.
Já ao nível do parque automóvel, a direcção já começou a dar passos no sentido de poder adquirir quatro novas viaturas “precisamos de comprar uma ambulância de socorro nova e também mais dois carros de transporte de doentes não urgentes com sete lugares cada um. E digo novos porque nós temos uma política de não comprar viaturas em segunda mão. Ou temos dinheiro para comprar viaturas em condições ou então não as adquirimos. Temos também interesse em comprar um carro de comando que tenha um «kit» específico que nos possa ajudar na tomada de decisão num teatro de operações de combate a incêndios”.
Para além destes investimentos, a associação já concretizou a aquisição de uma nova viatura de combate a incêndios, que vai ser apresentada publicamente este fim de semana. Um investimento de 170 mil euros e que, de acordo com, Joaquim Matias, veio suprir uma lacuna há muito identificada pela corporação “é uma viatura que a corporação já devia ter há muitos anos e não tinha e da forma como toda ela foi transformada dá muita segurança a quem dela vai necessitar para o combate. Os próprios depósitos de água têm um sistema de vasos comunicantes que, em caso de declive, mantém a água sempre a um nível estável e evita que a viatura fique descontrolada”.
Ultrapassado que foi o processo eleitoral, o vereador com o pelouro da protecção civil na autarquia covilhanense, Jorge Gomes, sublinha que estão reunidas todas as condições para mais um mandato de relações profícuas entre o município e os bombeiros voluntários “obviamente que nós não nos imiscuímos em eleições mas sentimos o prazer de ver que esta lista foi eleita com uma clara maioria de votos. Por isso esta associação pode contar connosco para, de braço dado, continuarmos a dar um grande impulso aos bombeiros e a ajuda-los em tudo o que precisarem. Penso que temos reunido todas as condições para mais três anos de trabalho profícuo entre as duas instituições”.
No que respeita aos restantes órgãos sociais, João Esgalhado continua a presidir à mesa da assembleia geral e José Curto Pereirinha ao conselho fiscal.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados