RCB/TuneIn
Sábado, 15 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“NÃO HÁ RESPOSTA PARA ISTO”
Rádio Cova da Beira
O vereador do CDS/PP na câmara municipal da Covilhã desafia o presidente da autarquia a tornar público se vai ou não ser constituída uma empresa municipal para a gestão do novo centro de inovação cultural.
Por Nuno Miguel em 29 de Mar de 2018
Depois de apresentado o cronograma para a requalificação do teatro municipal, Vítor Pereira afirmou a estrutura vai ter autonomia administrativa e financeira. Facto que leva Adolfo Mesquita Nunes a deixar um conjunto de interrogações “isto significa o que? A criação de uma empresa municipal que, ainda há meses, quando eu perguntei me foi negada? Porque se vai ter autonomia administrativa, financeira e patrimonial isso significa que não vai ser integrada na câmara. Quem vai administrar e gerir este equipamento? Começa por aqui e não há resposta para isto. São os funcionários da câmara que vão ser deslocados para esta entidade com autonomia administrativa? E com que salários? Tudo isto dá bem conta da falta de informação que a câmara dá sobre esta matéria”.  
O vereador do CDS/PP acrescenta que “é importante realçar que a câmara continua sem apresentar um único documento à oposição quer quanto ao modelo de gestão quer quanto à estratégia para o centro de inovação cultural. Não recebemos qualquer documento sobre o modelo de gestão que foi apresentado esta semana e nem a cidade conhece esses documentos. Isto não é forma de trabalho e de haver um debate sério sobre um equipamento que é central para o concelho”.  
Já em relação à escolha do director, Adolfo Mesquita Nunes espera que o executivo cumpra a promessa de esse procedimento ser feito através de concurso público e cujos critérios sejam claros e transparentes para todos os interessados.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados