RCB/TuneIn
Domingo, 15 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DINHEIRO PARA AS TRABALHADORAS
O tribunal da rela??o de Coimbra n?o admitiu o recurso apresentado pelo fundo de garantia salarial (FGS) no processo da fal?ncia da empresa ERES no Fund?o.
Por Paulo Pinheiro em 15 de Jan de 2008
Está decidido. Segundo o sindicato têxtil da Beira Baixa, o tribunal da relação de Coimbra não admitiu o recurso apresentado pelo fundo de garantia salarial, dando razão às trabalhadoras. Em nota enviada à comunicação social, o sindicato afirma que com esta decisão “ fica claro que o sindicato têxtil da Beira Baixa teve razão e que esta vitória só é possível porque, ao contrário de outros que sempre se deram por vencidos, nunca desistimos de acompanhar o processo e de lutar por todos os meios até ao fim”. Para aquela estrutura sindical “acabaram-se as desculpas”, aguardando que o processo baixe ao tribunal do Fundão, que sejam efectuadas as contas, e que o liquidatário proceda ao pagamento às trabalhadoras. A direcção do sindicato têxtil da Beira Baixa convocou para a próxima sexta-feira, 18 de Janeiro, às 21 horas, uma reunião para informar as ex-trabalhadoras da ERES da decisão judicial e do procedimento a seguir.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados