RCB/TuneIn
Sexta, 21 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“CASTELO BRANCO VIVE UM MOMENTO DE VERDADEIRO DESENVOLVIMENTO”
Rádio Cova da Beira
Disse esta terça-feira o presidente da câmara municipal albicastrense. Luís Correia, que falava na sessão comemorativa dos 247 anos de Castelo Branco com o estatuto de cidade, referiu que a cidade assinala a data num quadro de afirmação crescente do território “num momento de prestígio para a comunidade e paras as instituições que integramos e representamos”.
Por Paulo Pinheiro em 21 de Mar de 2018

Para o autarca, as últimas duas décadas ficam marcadas por uma profunda transformação da cidade “fruto de um trabalho intenso e respeito pela coesão territorial, um princípio do qual não abdicamos”, disse.

Depois de sublinhar que Castelo Branco "não quer estar orgulhosamente só, pelo contrário", e de um apelo à união de todos para que o concelho continue a crescer, Luís Correia, com 20 anos de actividade autárquicas e os últimos quatro como presidente do município, deixou um aviso aos críticos

“Não é com crítica fácil e desprovida de conteúdo que me afasto da estratégia que estamos a implementar”, refere.

No primeiro ano do segundo do mandato, o edil confessou que de “forma renovada e reforçada “pretende a continuar a defender os interesses dos albicastrenses”.

Uma estratégia que passa pela continuidade do apoio à economia e empresas e a potenciação de Castelo Branco “como destino turístico emergente” em três áreas: cultural, natureza e de experienciação”.

 

Luís Correia garante que o município a que preside vai continuar a criar uma cidade amiga do ambiente

“É nesta área que se inscrevem investimentos como a criação de hortas urbanas, na quinta dos cinco, que são já um exemplo de uma nova dinâmica intergeracional e intersocial tal como será a criação do parque urbano de Montalvão. Nesta mesma área inscrevem-se obras de renovação e adaptação da Quinta do Moinho Velho para Centro de Oportunidades Sociais, que representa um investimento de 2,6 milhões de euros”, destacou.

O autarca assegura ainda que a reabilitação urbana vai continuar com o prolongamento da avenida Egas Moniz, um investimento de 600 mil euros, a ligação da avenida do empresário à zona industrial, cerca de 800 mil euros, e a segunda fase das obras de beneficiação das obras do bairro do Valongo, de génese clandestina, onde a câmara pretende investir mais de um milhão de euros.

 

No dia da cidade, a Câmara de Castelo Branco assinou um protocolo com a Direcção Geral da Administração da Justiça para a conservação do interior das instalações do tribunal daquela cidade e homenageou os bombeiros da cidade e dois jovens atletas albicastrenses, Diogo Corte, utente da APPACDM que se sagrou Campeão da Europa de Síndrome Down, e Francisco Belo, campeão do Mundo Universitário em Lançamento de Peso.

A certificação do bordado de Castelo Branco e da viola beiroa assinalaram também o dia da Cidade do município de Castelo Branco.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados