RCB/TuneIn
Terça, 25 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CANDIDATURAS APROVADAS
Rádio Cova da Beira
A “Resistrela” viu aprovadas duas candidatura as fundos comunitários num valor a rondar os três milhões de euros, com o objectivo de reforçar a recolha selectiva de resíduos sólidos urbanos nos 13 municípios accionistas do sistema. O anúncio feito em entrevista ao programa “Flagrante Directo” da RCB pelo novo director executivo da empresa.
Por Nuno Miguel em 10 de Mar de 2018
De acordo com Nuno Heitor, a primeira candidatura é de um milhão e meio de euros. Um montante que vai ser investido na aquisição de oito novas viaturas e na colocação de mais 300 ecopontos em todo o território “estamos a falar de um investimento muito vocacionado para a recolha selectiva. Uma das necessidades e exigências dos municípios era a colocação de mais ecopontos. Já temos um número razoável por habitante mas ainda queremos melhorar mais esse índice. Vamos ter mais 300 ecopontos que serão distribuídos por todos os municípios e, para além disso, vamos ter um conjunto de novas viaturas que vão apoiar todo o sistema. Os concursos públicos já foram lançados e isso representa que vamos ter mais ferramentas para chegar junto da população”.  
O director executivo da “Resistrela” acrescenta que este investimento vai permitir dotar o sistema de uma maior capacidade operacional e evitar algumas queixas que surgem, nomeadamente durante o período de verão “nós temos uma região onde habitam cerca de 200 mil pessoas mas quando chega a altura do verão em algumas aldeias o número de pessoas quase que triplica e os nossos recursos estão geridos para aquilo que é normal. Por isso muitas vezes ouvimos queixas de que os ecopontos estão cheios e que não são recolhidos. Com estas novas ferramentas que vamos ter eu espero que seja possível diminuir essas queixas de forma significativa se não mesmo eliminá-las”.
Para além desta candidatura, a empresa também garantiu mais um financiamento comunitário, no valor de um milhão e 400 mil euros, para a ampliação das suas instalações na Quinta das Areias e também da unidade que tem a funcionar no concelho da Guarda “nós queremos reduzir o número de resíduos que é enviado para aterro e a nossa meta é que em 2030 apenas dez por cento dos nossos resíduos seja para ai encaminhada. Nesse sentido estamos a alterar as nossas instalações para conseguirmos atingir essas meta e por isso decidimos ampliar o nosso parque biológico, que é a zona onde fazemos a compostagem. O concurso já foi feito, a obra está adjudicada e durante este ano vamos fazer essa ampliação para ter uma maior capacidade para fazer composto para além também de uma aplicação que vamos fazer na nossa unidade na Guarda”. 
O reforço da prevenção ambiental é outra das áreas que vai merecer especial atenção do novo director executivo. Para isso vai ser desenvolvida uma parceria com todos os municípios do sistema ao abrigo de uma candidatura aprovada pelo fundo ambiental e que permitiu a aquisição de uma viatura semelhante a um planetário “onde vai ser possível ver filmes relacionados com a reciclagem. A viatura já foi adquirida e o projecto vai agora ser apresentado a todos os municípios. Aquilo que pretendemos é pegar na viatura e levá-la às escolas e aos agrupamentos porque é uma boa forma de comunicação com as crianças. Elas já demonstram vontade em fazer a reciclagem e depois transmitem a mensagem em casa e conseguem convencer os pais”.  
Para além deste conjunto de novos investimentos, Nuno Heitor refere que é ainda objectivo da empresa a aquisição de uma viatura específica para a lavagem de ecopontos. Uma ideia que vai ser candidatada ao actual quadro comunitário logo que a oportunidade surja. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados