RCB/TuneIn
Terça, 25 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
UNIDADE DE CARDIOLOGIA DE INTERVENÇÃO AVANÇA EM MESES
Rádio Cova da Beira
João Casteleiro prevê que a unidade de cardiologia de intervenção comece a funcionar “dentro de meses” no Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB). O mais importante era a luz verde do ministério da saúde, que já foi garantida, agora, diz o presidente do conselho de administração do CHCB, é preciso passar à acção.
Por Paula Brito em 04 de Mar de 2018
 

“Primeiro a autorização e concordância do ministério que já foi dada pelo próprio ministro, agora temos que constituir equipas que já tínhamos previsto. Há uma equipa em Coimbra, já formada, que está disposta a vir aqui dar apoio à nossa região, preparará os profissionais daqui para fazerem o que eles já estão a fazer.”

O local dentro do centro hospitalar onde irá funcionar esta unidade já está definido, faltam agora algumas obras de adaptação antes de ser dotada de todo o equipamento necessário.

“Faltam algumas obras, poucas, de adaptação, porque o espaço existe e depois o equipamento.”

João Casteleiro não tem presente quais os custos que esta unidade poderá acarretar, mas os ganhos para a região estão à vista.

“Os ganhos são proporcionar às pessoas que tenham aqui um enfarte cheguem a tempo a um hospital onde possam ter uma intervenção directa, um cateterismo, e que essa intervenção sobre a artéria possa ser tratada em tempo real e útil.”

Depois das obras de adaptação e equipamento do local onde vai funcionar a unidade de cardiologia de intervenção, haverá um período em que será uma equipa de Coimbra, com experiência neste tipo de intervenção, que se deslocará à Covilhã até a equipa, que já está constituída no Centro Hospitalar da Cova da Beira, estar devidamente formada e apta a realizar estes procedimento.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados