RCB/TuneIn
Terça, 11 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
FUNDÃO: ASSEMBLEIA MUNICIPAL REIVINDICA EIP PARA OS BVF
Rádio Cova da Beira
Assembleia Municipal do Fundão aprova por unanimidade moção que reivindica a criação de uma equipa de intervenção permanente (EIP) para os Bombeiros Voluntários do Fundão.
Por Paulo Pinheiro em 03 de Mar de 2018

A EIP faz parte da moção, aprovada por unanimidade na última sessão, apresentada por Jorge Garcês, da bancada do PSD, sobre questões relacionadas com a floresta

“Transmitir ao Governo a sua preocupação com a redução dos prazos para os proprietários cumprirem a obrigação de limpeza das faixas de gestão de combustível junto a habitações e aglomerados populacionais solicitando a prorrogação do prazo”.

A moção solícita ao executivo liderado por António Costa que “tendo em atenção a restrição de direitos reais e a imposição de obrigações decorrentes da lei disponibilize a proprietários e municípios financiamento próprio ou comunitário para aplicação em despesa com as redes secundárias de faixas de gestão de combustível” e reclama ao Governo “a atribuição imediata de pelo menos uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP) para os bombeiros voluntários do Fundão”         

Carlos Jerónimo pediu à assembleia uma só voz na defesa desta equipa pela importância que representa para os bombeiros e para o concelho do Fundão

“O caminho vai ser misto entre bombeiros voluntários e profissionais e estas EIP´s, que são constituídas por cinco elementos, prestam serviço durante a semana, ao longo do dia, porque durante a parte diurna não há bombeiros profissionais”.

Na moção, é ainda deixada uma preocupação com o número de incêndios já registados nos primeiros dois meses do ano, idêntico ao número de incêndios registados durante todo o primeiro semestre do ano passado

“O longo período de seca e o histórico dos incêndios rurais verificado no concelho do Fundão nos primeiros dois meses de 2018, 29 incêndios, o mesmo número de incêndios rurais verificados de Janeiro a Junho de 2017, são também um indicador de risco para os próximos meses do ano e devem merecer a atenção de todos”, referiu Jorge Garcês.

As declarações do Ministro da Agricultura esta semana, que quando confrontado pelos jornalistas com a falta de verbas das autarquias, pediu menos festas e mais limpeza na floresta não passou em claro na última assembleia ao membro do PSD, Jean Barroca, que com ironia se dirigiu ao presidente da CMF

“Perguntar-lhe se já comprou a sua roçadoura e a sua motosserra? Porque parece que temos todos que nos dedicar, sobretudo as câmaras municipais, a fazer menos festas e a limpara mais mata e, portanto, Sr. Presidente de Câmara, se não comprou, devia ser uma deliberação desta assembleia dar-lhe um curso de sapador para se dedicar à limpeza de matas e entrar neste desígnio nacional. Como as câmaras só se dedicam à limpeza de matas ou às festas, fazer uma das duas, pelo menos vá limpando algum mato que é o que nos recomendam de Lisboa”.    

Jean Barroca lamentou as declarações de Capoulas Santos

“Devíamos sugerir um doutoramento Honoris Causa ao nosso Ministro da Agricultura porque tem uma visão do território tão especial e específica que acho que qualquer universidade de ciências políticas, de Paris ou outra, lho daria com agrado. É uma situação que só podemos lamentar”, disse.

Também o presidente da câmara municipal do Fundão, Paulo Fernandes entende que não é com declarações como as do ministro que se contribui para uma estratégia nacional para a floresta

“Intervenções como essas não ajudam a um projecto que é um desígnio nacional. Não é só os municípios, mas também senhores presidentes de junta: menos festa e mais cortes como temos um enorme problema pela frente”

A ironia do presidente da câmara do Fundão a propósito das declarações de Capoulas Santos.

Para Luís Lourenço, da CDU, este é um assunto “bem mais complexo do que transparece da moção e que merece ser aprofundado". José Pina, da bancada socialista, deu conhecimento aos membros da AMF dos contactos institucionais que o PS tem feito “com outras estruturas do partido e com alguns membros do Governo sensibilizando-os para que o Fundão venha a ser dotado com aquela brigada que todos almejamos”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados