RCB/TuneIn
Terça, 25 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
JOVENS APRESENTAM PREOCUPAÇÕES
Rádio Cova da Beira
As questões do emprego, de preparação para a entrada no mercado de trabalho e um maior acesso à informação disponível. São estas algumas das principais preocupações deixadas pelos jovens do concelho do Fundão na iniciativa “Diálogo Estruturado” que decorreu no casino fundanense. A acção está a ser promovida em todo o país em conselho nacional de juventude e que pretende reunir contributos para a definição da próxima estratégia europeia de juventude.
Por Nuno Miguel em 27 de Feb de 2018
Perto de duas dezenas de jovens marcaram presença neste diálogo e onde a questão do emprego mostrou ser transversal em relação a todo o país, como referiu à RCB Helderyse Rendall, responsável pela organização da iniciativa “há uma preocupação que é transversal a todo o país que tem a ver com a capacitação para o mercado do trabalho, uma vez que as mudanças tecnológicas são muito grandes e os jovens pretendem saber como é que dentro da escola e fora dela conseguem adquirir as ferramentas que necessitam para entrar no mercado do trabalho”.
Outra das preocupações expressas diz respeito aos apoios para a dinamização de projectos de intercâmbio europeu para prosseguimento de estudos. Há oportunidades que acabam por não ser aproveitadas devido à falta de recursos financeiros “muitas vezes os apoios que existem nem sempre conseguem acautelar todas as situações. Muitas vezes há apoio para as viagens mas, em alguns casos, o intercâmbio implica a deslocação para um país onde o custo de vida é mais elevado e por isso dentro das novas políticas vamos procurar encontrar formas de acautelar estas situações, principalmente para os jovens que estão num contexto mais vulnerável do ponto de vista económico”.
Quanto ao acesso aos programas de apoio europeus, Helderyse Rendall refere que toda a informação está disponível na internet, mas reconhece que há necessidade de adoptar medidas que permitam uma maior divulgação junto dos jovens do interior “é certo que a informação está toda disponível no site, mas há muitas informações sobre diversas coisas e por vezes existe a dificuldade de filtrar uma informação mais concreta e fazê-la chegar ao jovem que a procura. Por isso é importante que ela não esteja apenas online mas existam estratégias mais concretas, principalmente para os jovens no interior, uma vez que nos meios mais rurais o acesso às novas tecnologias ainda não é um recurso que está acessível a todos”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados