RCB/TuneIn
Sexta, 20 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
CARLOS PINTO FAZ AVISO
O presidente da c?mara municipal da Covilh? admite a hip?tese de vir a intentar uma ac??o judicial contra o Estado. Em causa atrasos no pagamento de v?rias obras que tiveram apoio comunit?rio.
Por Nuno Miguel em 22 de Dec de 2009

Na última reunião da assembleia municipal da Covilhã, Carlos Pinto referiu que "o valor dessa dívida ronda 1 milhão e 900 mil euros e diz respeito a várias obras que nós já executámos na integra como as piscinas do Teixoso, as escadinhas de Santo André e a estrada Teixoso-Sarzedo-Verdelhos". O presidente da autarquia acrescenta que já escreveu uma carta ao primeiro ministro para lhe dar conta dessa situação e caso não haja resposta, Carlos Pinto é peremptório "eu meto o estado em tribunal".

Na missiva enviada a José Sócrates o presidente da câmara da Covilhã deu ainda conta da insatisfação que sente face à distribuição de verbas provenientes de fundos comunitários "entre 1998 e 2009 as câmaras de Castelo Branco e da Guarda receberam cada uma mais 44 milhões de euros que a Covilhã" e também sobre os baixos índices de execução no QREN "na região centro essa execução já devia ser superior a 30 por cento e apenas vamos em 0,8". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados