RCB/TuneIn
Sexta, 19 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
CARLOS PINTO FAZ AVISO
O presidente da c?mara municipal da Covilh? admite a hip?tese de vir a intentar uma ac??o judicial contra o Estado. Em causa atrasos no pagamento de v?rias obras que tiveram apoio comunit?rio.
Por Nuno Miguel em 22 de Dec de 2009

Outras da categoria:

Na última reunião da assembleia municipal da Covilhã, Carlos Pinto referiu que "o valor dessa dívida ronda 1 milhão e 900 mil euros e diz respeito a várias obras que nós já executámos na integra como as piscinas do Teixoso, as escadinhas de Santo André e a estrada Teixoso-Sarzedo-Verdelhos". O presidente da autarquia acrescenta que já escreveu uma carta ao primeiro ministro para lhe dar conta dessa situação e caso não haja resposta, Carlos Pinto é peremptório "eu meto o estado em tribunal".

Na missiva enviada a José Sócrates o presidente da câmara da Covilhã deu ainda conta da insatisfação que sente face à distribuição de verbas provenientes de fundos comunitários "entre 1998 e 2009 as câmaras de Castelo Branco e da Guarda receberam cada uma mais 44 milhões de euros que a Covilhã" e também sobre os baixos índices de execução no QREN "na região centro essa execução já devia ser superior a 30 por cento e apenas vamos em 0,8". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados