RCB/TuneIn
Quarta, 15 Ago 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
UFCC QUER INTENSIFICAR PARCERIAS COM ASSOCIAÇÕES
Rádio Cova da Beira
O presidente da união de freguesias Covilhã/Canhoso faz uma avaliação muito positiva da reunião que juntou à mesma mesa o executivo da autarquia e o movimento associativo, tendo em vista o desenvolvimento de projectos em conjunto.
Por Nuno Miguel em 14 de Feb de 2018
Perto de representantes de 30 associações responderam à chamada e, de acordo com Carlos Martins, ficaram abertas as portas para que as instituições se envolvam de forma activa em vários projectos que a autarquia quer concretizar “fiquei muito satisfeito por verificar que todas elas estão disponíveis para colaborar connosco relativamente ao projecto «mãos amigas», que consiste no apoio a pessoas idosas, carenciadas e que vivem isoladas, através de pequenas reparações nos seus domicílios. Vamos candidatar essa ideia ao programa «POSI» mas há muitas outras ideias como a festa dos vizinhos e do bairro, que é algo que será uma realidade este ano, em colaboração com o movimento associativo. Também queremos preservar a memória covilhanense, reabilitar ruas e becos, e colocar na fachada de prédios onde viveram pessoas que contribuíram para a cidade a sua foto e a sua biografia”.   
Apesar de registar como positivo o envolvimento do movimento associativo, o autarca lamenta que a união de freguesias não tenha capacidade orçamental para dar resposta a algumas das necessidades que foram apresentadas “infelizmente o valor que temos inscrito no nosso orçamento para apoiar todas estas colectividades é irrisório. Ele ronda os 35 mil euros e penso que há instituições da nossa freguesia que precisavam de muito mais que esse valor para desenvolver as suas actividades. Infelizmente não temos tido o apoio que é necessário por parte do município”. 
Dentro do espírito de colaboração entre as duas partes, Carlos Martins deixou ainda a garantia de que a união de freguesias vai procurar envolver-se de forma activa na próxima edição das marchas populares da cidade da Covilhã “as marchas são a maior manifestação recreativa e popular da nossa cidade. Fiquei muito satisfeito quando há dois anos, em que tinha outras responsabilidades, consegui convencer algumas pessoas para que as marchas viessem novamente para a rua. Elas ai estão, este ano vão ser novamente organizada pelo grupo desportivo da Mata e é obviamente uma iniciativa em que a união de freguesias se irá envolver”.  
Carlos Martins refere que esta foi uma primeira reunião conjunta, depois de algumas visitas já efectuadas a diversas associações individualmente. Um caminho que a união de freguesias da Covilhã e Canhoso quer continuar a trilhar.   

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados