RCB/TuneIn
Sábado, 24 Fev 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
COVILHÃ: NOVOS ÓRGÃOS DO PS TOMAM POSSE
Rádio Cova da Beira
Carlos Martins garante que nunca recebeu qualquer contacto de Vítor Pereira para encontrar uma nova data para agendar a cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos da concelhia do PS da Covilhã. O acto eleitoral decorreu ontem ao final da tarde e sem a presença do novo presidente da comissão política que, a essa hora, se encontrava numa reunião em Lisboa em representação oficial do município.
Por Nuno Miguel em 10 de Feb de 2018
Uma situação que o presidente cessante lamenta, até porque a única tentativa de contacto foi estabelecido pelo mandatário da lista vencedora “eu entendo que os mandatários das listas terminam a sua função no dia das eleições. O candidato Vítor Pereira, que foi eleito, podia-me ter ligado no sentido de ser encontrada uma data que fosse compatível para os dois, porque é sempre difícil escolher uma data para todos. Eu não recebi nenhum contacto do senhor Vítor Pereira, presidente eleito”.    
Carlos Martins deixa ainda a garantia de que tudo fez para que fosse apresentada uma lista única ao acto eleitoral que decorreu no passado mês de Janeiro, mas todos os esforços foram infrutíferos “em meu nome convidei o senhor Vítor Pereira para ser o candidato à comissão política e a verdade é que ele nunca mais me disse nada. Eu assumi esta candidatura mas não era para ser eu o cabeça de lista. Era para ser o camarada João Martinho Marques mas, por razões pessoais, não pode assumir o primeiro lugar e nesse sentido eu acabei por fazê-lo sempre com a mesma vontade de trabalhar em prol do Partido Socialista”. 
Na hora da saída da liderança da comissão política, Carlos Martins afirma que “ao longo do mandato exercemos as nossas funções dentro de algumas condicionantes, nomeadamente quando o secretariado da comissão política pretendia reunir com elementos que estão em órgãos do poder local, eles nunca vieram até nós. E apesar de se terem tomado algumas decisões fora da comissão política e fora do âmbito dos estatutos do PS, a verdade é que os objectivos traçados foram conseguidos. Tivemos uma maioria absoluta na câmara da Covilhã, vencemos a assembleia municipal e também ganhámos a maioria das juntas de freguesia”. 
Dos 31 elementos da nova comissão política, apenas 19 tomaram posse nesta cerimónia onde não esteve presente nenhum elemento da federação distrital do PS. Da nova equipa da concelhia, nenhum dos elementos contactados pela RCB se mostrou disponível para prestar declarações.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados