RCB/TuneIn
Quarta, 17 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ANTÓNIO FREITAS TOMA POSSE
Rádio Cova da Beira
O novo presidente da direcção do CCD Estrela do Zêzere da Boidobra não rejeita a hipótese de avaliar a possibilidade de avançar com o processo de transformação da colectividade numa instituição particular de solidariedade social.
Por Nuno Miguel em 09 de Feb de 2018
Em causa está o facto de a Boidobra não dispor actualmente de nenhuma instituição que assegure as valências de creche, centro de dia e apoio domiciliário tendo o presidente da autarquia admitido, na última assembleia de freguesia, poderia passar pela criação de uma nova instituição ou pela transformação de uma das colectividades existentes. Questionado pela RCB sobre a matéria, António Freitas, refere que “eu estarei sempre disponível para ouvir os sócios. Esta é uma colectividade que vive para eles e em relação à questão de podermos ou não constituir uma IPSS eu tenho conhecimento que em alguns locais do país isso já aconteceu, com melhores ou piores modelos de gestão, mas deixarei sempre essa questão aos sócios. Essa questão foi levantada há algum tempo pelo presidente da junta, eu registei isso mas, para nós, enquanto colectividade não passou disso porque nunca fomos abordados nesse sentido. Neste momento é um não assunto mas se alguma vez a questão vier a ser apresentada eu irei coloca-la aos sócios e serão eles a dar-lhe resposta”.
António Freitas encabeçou a única lista que se apresentou a sufrágio no acto eleitoral que decorreu no último sábado. A cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais decorreu na passada quarta-feira e o novo líder directivo assume que foi ultrapassado um momento difícil uma vez que a colectividade estava a ser gerida por uma comissão de gestão. Quanto aos objectivos para o mandato, a grande prioridade passa por dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido “queremos manter as actividades que estão a decorrer como o «jui jitsu», o ténis de mesa, zumba, ginástica e também o serviço de homeopatia que estamos a prestar. Gostaríamos muito de melhorar estas actividades e também gostaria muito, enquanto presidente, de recuperar o futsal feminino. Não sei se isso será possível mas iremos trabalhar para isso”.
Já no que respeita aos restantes órgãos sociais, João Bernardo preside à mesa da assembleia geral e Júlio Fazendeiro ao conselho fiscal.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados