RCB/TuneIn
Quinta, 18 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UM ACTO DE PREPOTÊNCIA”
Rádio Cova da Beira
A vereadora do PS na câmara municipal do Fundão acusa a maioria no executivo de estar a adoptar comportamentos prepotentes em relação aos restantes membros que integram o executivo. O tema aqueceu os ânimos na última reunião pública do órgão.
Por Nuno Miguel em 02 de Feb de 2018

Outras da categoria:

De acordo com Joana Bento “este regulamento foi submetido para aprovação do executivo no dia 12 de Janeiro mas as associações já tinham recebido reste regulamento no dia oito de Janeiro. Isto revela uma prepotência do executivo perante tudo aquilo que possa ser um contributo dado em reunião de câmara. Este pequeno exemplo é revelador de prepotência e que não acresce nada ao executivo, muito pelo contrário. Retira a estas reuniões a dignidade que elas merecem”. 
Críticas que a vereadora com o pelouro da cultura na autarquia fundanense rejeita. Alcina Cerdeira sublinha que “é exagerado designar esta situação como um acto de prepotência. Estamos a falar de um regulamento que já foi feito há vários anos, foi criado em conjunto com os caminheiros da Gardunha que são a associação que sempre liderou o carnaval do Fundão. Nesse sentido ele foi enviado por forma a estimular uma participação maior de todos e nós sempre aceitámos as alterações que foram acrescentadas desde que sejam relevantes para acrescentar algo ao documento”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados