RCB/TuneIn
Segunda, 19 Fev 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
NUNO REIS CANDIDATO À DISTRITAL
Rádio Cova da Beira
Nuno Reis é candidato à liderança da comissão política distrital do CDS-PP. As eleições estão marcadas para o próximo dia 17 de Fevereiro.
Por Paula Brito em 01 de Feb de 2018

O ex-presidente da concelhia popular covilhanense considera que estão reunidas todas as condições para avançar com uma candidatura e eleger não só o órgão distrital, que não existia há mais de dois anos, mas também as seis concelhias que faltam e que vão a votos no mesmo dia.

"Esse trabalho já está a ser feito por esta equipa, em visita aos concelhos que não têm concelhia, na tentativa de encontrar novos rostos, nova gente, que esteja disponível para abraçar este novo projecto que é, por um lado ser presidente de uma concelhia onde em alguns casos o CDS nem elegeu autarcas e conseguir que esse novo rosto esteja inserido no projecto da CDS a nível distrital.”

A implementação do CDS-PP com órgãos eleitos em todos os concelhos e o crescimento do número de militantes no distrito, actualmente são cerca de 700, são dois dos objectivos da candidatura de Nuno Reis que vai defender questões que considera urgentes e importantes para o distrito. A principal está relacionada com a saúde.

“Preocupação central na saúde, é preciso olhar com atenção para os cuidados primários de saúde, tentar perceber porque razão há centros de saúde que não têm verbas para recuperar edifícios, para o condigno aquecimento, olhar com cuidado porque razão é que os cuidados primários não têm os profissionais que deveriam ter para satisfazer as necessidades, porque razão há uma dicotomia de tratamento entre o ACES e Centro Hospitalar da Cova da Beira e por sua vez, a ULS de Castelo Branco, é preciso fazer estas questões."

A interioridade é outra das preocupações do candidato à liderança do CDS-PP no distrito. E neste campo as portagens na A23 assumem particular relevo. É que apesar do partido defender o princípio do utilizador-pagador, Nuno Reis entende que a Auto estrada da Beira Interior tem especificidades que o levam a defender a abolição de portagens neste troço.

“Porque entendo que a A23, para além de não ter o perfil de auto-estrada estando a ser cobrada como tal embora não sendo, o governo central não conseguiu oferecer uma alternativa às populações. A acrescentar a isto está a questão da interioridade que tem que ter peso nesta decisão.”

A agricultura é o outro dos temas que vai merecer a atenção da candidatura liderada por Nuno Reis que em breve vai apresentar as principais acções em cada uma das áreas que considera prioritárias.

Quanto à equipa, Nuno Reis terá como vice presidentes Diogo Botelho (Castelo Branco), Luís Coutinho (Vila Velha de Ródão), João Bernardo e Suzete Ferreira (Covilhã) e na presidência da mesa da assembleia de militantes, Maria Celeste Capelo.

No próximo dia 17 de Fevereiro além da distrital e das concelhias em falta, os militantes do CDS-PP do distrito vão ainda eleger os delegados ao congresso do partido que se realiza nos dias 10 e 11 de Março em Lamego.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados