RCB/TuneIn
Segunda, 15 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PS FUNDÃO: "UM PROJECTO PARA QUATRO ANOS"
Rádio Cova da Beira
O novo presidente da concelhia do Partido Socialista do Fundão, António Quelhas, assume que o projecto da nova concelhia é para quatro anos.
Por Paulo Pinheiro em 31 de Jan de 2018

Reforçar o partido e conquistar a câmara municipal em 2021 são os principais objectivos traçados por António Quelhas, que em entrevista ao programa RCB “Flagrante Directo” admite que para atingir tais metas o projecto não pode ser apenas de um mandato da concelhia

“Quando digo que o meu principal objectivo nesta liderança é reforçar o partido de modo a criar condições para vencer as próximas eleições autárquicas, sendo eu conhecedor dos estatutos do PS, estou a trabalhar para quatro anos”, declara.

Para o presidente eleito da concelhia socialista do Fundão, os resultados verificados no passado dia 1 de Outubro de 2017 no concelho mostram que os fundanenses querem mudança

“O PS foi o partido que mais cresceu em votação, cresceu no número de freguesias e aumentamos o quadro de disponibilidade de candidaturas. Estas últimas eleições marcaram um ponto de viragem o que demostra que as pessoas estão ávidas e querem mudar. Admito que nas últimas eleições não tenhamos ainda passado a confiança suficiente, senão tínhamos ganho o acto eleitoral, mas entendo que estamos no caminho certo”, defende o presidente eleito da concelhia do PS fundanense.   

Joana Bento foi o rosto da candidatura do PS à CMF nas últimas eleições autárquicas, uma situação que pode repetir-se em 2021 embora existam outras opções

“A Joana Bento tem todas as condições para voltar a ser candidata, assim como outros quadros que o PS do Fundão tem com essas condições”, refere António Quelhas que, questionado sobre a possibilidade do próprio poder avançar, não exclui que o seu nome possa vir a ser analisado para essa tarefa.

António Quelhas diz-se muito motivado para a nova tarefa que tem pela frente e anuncia que vai propor à concelhia a sua suspensão do cargo de vereador do executivo fundanense. Para o autarca, não existem vantagens em que presidente da concelhia seja vereador

“ A ideia é a determinada altura do mandato eu sair para fazer subir o elemento seguinte que é o Sérgio Mendes, um jovem com muitas capacidades e com muita vontade de trabalhar pelo Fundão. Sinceramente, acho que não é vantajoso ser vereadora e ser presente da comissão política. Não traz benefício”, frisa.

António Quelhas deixa um rasgado elogio a Conceição Martins, ainda presidente da concelhia, “por ter conseguido reerguer o PS do Fundão”. A tomada de posse da concelhia do PS do Fundão está marcada para sexta-feira, às 21:00h, na sede, no largo da Estação, pelas 21:00h.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados