RCB/TuneIn
Quinta, 24 Mai 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
RNSM E PNTI CONTEMPLADOS COM VERBAS PARA PREVENÇÃO E RESTAURO
Rádio Cova da Beira
São quatro milhões de euros a aplicar até 2020 para prevenção e restauro em cinco áreas protegidas. A Reserva Natural da Serra da Malcata (RNSM) e o Parque Natural do Tejo Internacional (PNTI) são contemplados.
Por Paulo Pinheiro em 29 de Jan de 2018

O Douro Internacional, Montesinho e Peneda-Gerês são as restantes áreas cujos projectos foram apresentados pelo Ministro do Ambiente, sexta-feira, em Montalegre. As iniciativas pretendem promover a prevenção estrutural contra incêndios e restaurar áreas florestais relevantes para a conservação da natureza, afectadas por incêndios em 2017, e mobilizar equipamentos e meios para a execução das acções no domínio da prevenção, da vigilância e da recuperação de "habitats".

 

De acordo com a agência Lusa, a aposta na prevenção e vigilância, campanhas de sensibilização para boas práticas silvopastoris, campos de alimentação para aves necrófagas e contratação de equipas de sapadores florestais são algumas das medidas previstas.

 

Para o Parque Natural do Tejo Internacional, que inclui o Monumento Natural das Portas de Ródão, estão destinados cerca de 1,4 milhões de euros.

 

O Parque Natural de Montesinho contará com 1,3 milhões de euros, o Douro Internacional com 900 mil euros e a Reserva da Serra da Malcata com 417 mil euros.

 

No Tejo Internacional vão ser reconvertidas áreas de eucaliptais abandonados e aumentadas as áreas de azinhais e zimbrais e, em Montesinho, vão ser valorizados 200 hectares de habitat do lobo ibérico.

 

A ocasião serviu também para a apresentação de seis equipas do corpo nacional de agentes florestais, com 30 homens, o ministro do Ambiente anunciou a contratação de mais 25 pessoas para integrarem o corpo nacional de agentes florestais que vão reforçar a prevenção e vigilância em áreas cinco protegidas. De acordo com o governante, os operacionais a contratar vão reforçar a prevenção e vigilância nas áreas protegidas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados