RCB/TuneIn
S√°bado, 21 Jul 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ACICF CRIA GABINETE DO EMPREGO
Rádio Cova da Beira
A Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão quer criar um Gabinete Do Emprego. A novidade está inscrita no plano de actividades para 2018 recentemente aprovado em assembleia geral.
Por Paulo Pinheiro em 04 de Jan de 2018

Para a direcção da associação, o gabinete pretende ser um repositório de vontades de empresários e trabalhadores “não é um gabinete apenas vocacionado para proporcionar emprego a desempregados”, refere o presidente da ACICF.

Carlos São Martinho Gomes defende que a estrutura vai colmatar uma lacuna existente entre a oferta e a procura, ou seja, colocar nas empresas os profissionais que elas necessitam

“Queremos proporcionar às empresas aquilo que elas necessitam nem que essa colocação seja feito através de profissionais que tendo o seu próprio emprego noutro sector, por qualquer motivo, pretendem mudar”.  

A ideia surge também após vários empresários terem contactado a associação a solicitar profissionais com características específicas. O levantamento que está ser feito no âmbito do DECOBE- directório económico da Cova da Beira, também ajudou a tomar a decisão. O dirigente explica o caminho que uma empresa com estas necessidades deve fazer. O primeiro contacto é com a associação

“Deslocam-se à associação e colocam-nos a pretensão de uma pessoa com determinadas características profissionais. A ACICF consulta a sua base de dados e verifica se tem alguém com o perfil solicitado e faremos a ligação entre os interesses do trabalhador com os da empresa”, explica o responsável.

Carlos São Martinho Gomes admite que com este e outros projectos a instituição que dirige quer olhar para toda a actividade económica regional

“Estamos a pensar a associação não apenas para os nossos empresários mas para a actividade económica num sentido lato. Depois, esperamos que os investidores nos reconheçam como um parceiro que leva a aderir como sócios à ACICF. Esperamos que o Gabinete do Emprego tenha a capacidade de proporcionar a satisfação dos trabalhadores e das empresas, mesmo que não sejam nossos associados”, sustenta.

Para o novo gabinete, o presidente da direcção da Associação já tem a primeira interessada

“Veio ter comigo uma profissional, de um outro concelho, que está a trabalhar num sector mas está determinada a mudar para outra área no Fundão. Será uma das primeiras pessoas a integrar este gabinete. Porque já nos mostrou a sua disponibilidade, as suas competências, aquilo que gostaria de fazer e agora aguardamos que uma empresa nos informe da necessidade de alguém com estas características. Por esta via, em termos mais globais, podemos também contribuir para diminuir o desemprego dotando as empresas dos trabalhadores que querem e não o que aparece”, frisa.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados