RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
ELOGIO E SUGESTÕES PARA O CRAC DO FUNDÃO
Rádio Cova da Beira
Em 2016, a Assembleia da República aprovou, por unanimidade, uma lei que determina a proibição de abates de animais nos canis municipais, actualmente Centros de Recolha Oficial de Animais (CROA).
Por Paulo Pinheiro em 28 de Dec de 2017

A legislação, que aponta como prática privilegiada a assunção da esterilização, estabelece o prazo de dois anos para que as câmaras assumam práticas que permitam o cumprimento da lei, ou seja no final de 2018.

O Governo disponibilizou uma verba de um milhão de euros para permitir aos municípios o cumprimento da lei, sendo que metade da verba já foi utilizada. No passado mês de Novembro foi anunciado um reforço de dois milhões de euros, para o próximo ano, à verba inicialmente prevista.

Na sessão da Assembleia Municipal do Fundão, Ana Leonor da bancada do PS, fez um elogio e deixou questões ao executivo

“ Gostaria de saber se a câmara municipal já fez uso do recurso disponibilizado pelo Governo, não o tendo feito se o pretende efectuar no próximo ano (2018), e deixar um elogio público ao trabalho realizado pela equipa do Centro de Recolha de Abrigo Canino (CRAC) do Fundão, que verifiquei que também abriga gatos”.  

Apesar do reconhecimento do trabalho efectuado no Centro do Fundão, Ana Leonor defende que há situações que podem ser melhoradas, uma delas a identificação do Centro” falta sinalização “, observou a membro do PS.

E como forma de contribuir para a melhoria do funcionamento do Centro, Ana Leonor fez uma proposta que sugere a criação de um grupo de trabalho “que estabeleça metas e um plano estratégico para aquilo que pode ser a melhoria da condição dos animais no nosso município”, refere a eleita do PS.

No caso do Fundão, o procedimento não é o de abate de animais “mas há práticas que podem ser melhoradas”. O grupo de trabalho a criar deve apostar na consciencialização e sensibilização, no fundo, no sentido de uma mais e melhor cidadania no que respeita a este tema”.     

Na assembleia municipal não foi dada qualquer resposta às perguntas formuladas pela eleita do Partido Socialista.

Questionada pela RCB, a vereadora com o pelouro adianta que o município, em Fevereiro ou Março 2018, avança com uma candidatura nesta área, mas a autarca recorda que o Centro de Recolha de Animais do Fundão “é dos poucos da região que está aprovado e certificado pelas entidades competentes”.

Recentemente foi efectuada uma intervenção para melhorar as condições do espaço, mas o ideal será a sua ampliação, admite Alcina Cerdeira. A autarca confirma o aumento crescente do número de cães abandonados que cheguem àquela estrutura.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados