RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
CANDIDATURA ASSUMIDA
Rádio Cova da Beira
Luís Santos é candidato à presidência da concelhia do PSD da Covilhã. O acto eleitoral está agendado para o próximo dia 13 de Janeiro e o actual secretário geral da comissão política distrital social democrata decidiu avançar com esta candidatura que tem como grande objectivo unir o partido na Covilhã.
Por Nuno Miguel em 26 de Dec de 2017
“A motivação de avançar com esta candidatura à comissão política de secção pretende traduzir um processo que o PSD está a desenvolver. Depois de uma reflexão profunda depois do passado dia um de Outubro, entendi que seria o militante que conseguiria congregar um conjunto de pessoas, que pertencem a diversas correntes internas do PSD, para traduzir num novo PSD aquela que foi a visão das últimas eleições autárquicas. Pensamos que a Covilhã deixou uma mensagem bem audível de que quer um PSD unido e só um PSD unido pode oferecer um projecto diferente para o concelho da Covilhã”.   
Sem ter nenhum eleito na câmara da Covilhã e apenas com dois representantes na assembleia municipal, Luís Santos pretende que a comissão política tenha um papel interventivo na sociedade, com a apresentação de propostas para a resolução dos problemas dos cidadãos “eu acredito que é muito importante que exista uma comissão política interventiva. O nosso objectivo é, dentro daquilo que é o nosso panorama autárquico, termos a capacidade de criar essa intervenção. A participação nos órgãos autárquicos é muito importante mas, de acordo com os resultados, temos de encontrar outras formas de interagir. É nessas formas que vamos investir. Queremos um partido com uma grande disponibilidade, que seja capaz de ouvir não só os militantes mas todos os cidadãos e que com eles crie um projecto diferente daquele que tem existido até agora”.  
Caso venha a ser eleito para a liderança da concelhia da Covilhã, Luís Santos não vai deixar as funções que exerce ao nível da comissão política distrital “não existe nenhuma incompatibilidade estatutária: As eleições para a comissão política distrital irão decorrer em Julho e espero que o actual presidente, se decidir recandidatar-se, quando elaborar a sua lista espero que mostre confiança na prestação que tenho tido até agora e obviamente que espero continuar nessa posição de secretário geral da distrital”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados