RCB/TuneIn
Terça, 23 Jan 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
IDEIAS INOVADORAS NO UBIMEDICAL
Rádio Cova da Beira
O evento "Hack the Planet 2017", dedicado aos impactos das alterações climáticas na qualidade de vida e na saúde, que decorreu no UBImedical, revelou ideias inovadoras. A iniciativa juntou cinco equipas de elementos ligados à UBI, que podem agora ter apoio para chegarem ao mercado.
Por Paulo Pinheiro em 23 de Dec de 2017

Cinco equipas participaram no hackathon, que decorreu no Ubimedical. O espaço da Universidade da Beira Interior dedicado à inovação no campo da saúde foi palco de dois dias intensos em sessões de imersão e mentoria com o apoio dos elementos do BGI - Building Global Innovators, dos docentes da UBI Helena Alves e João Leitão (Departamento de Gestão e Economia), Pedro Dinis Gaspar (Departamento de Engenharia Eletromecânica) e João Dias (Doutorado em Engenharia Informática pela UBI, CEO da spin-off - Inklusion Entertainement).

 

O evento contou com a participação de cinco equipas, que estiveram envolvidas no Pitch’s que integrou o programa, tendo vencido a equipa PERCIPAVE. O conjunto de Márcia Afonso, Tiago Santos e Maria Maia apresentou o projecto de um pavimento betuminoso permeável com dupla camada drenante, para aumentar a resiliência das cidades às inundações e secas.

 

Do júri faziam parte Ana Palmeira (LABFIT), Luís de Matos (Follow Inspiration), Fronika de Wit (Climate KIC) e Mafalda Sousa (ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável).

 

Além do projecto da PERCIPAVE, estiveram presentes a ADID (Gonçalo Fonseca e Letícia Freitas, estudantes de Bioengenharia) com uma aplicação para smartphone e dois sensores para detecção de alergénios, a nível atmosférico e a nível alimentar, e monitorização em termos futuros de pesticidas em alimentos e de ambientes nocivos em contextos de edifícios ou estruturas fabris.

 

A HAPPYHARVEST (Ana Reigones, Luís Solano, André Ramos, Tiago Silva e Rui Ferreira) com um sistema interativo de monitorização, regulação e controlo para cultivo de plantas em suporte de vaso ou estruturas de fachadas ou coberturas; A OFFIRE (Ana Teodoro, Ana Rodrigues e Adriano Brum) com uma aplicação onde são inseridos dados acerca de plantações florestais ou agrícolas, que apresenta uma base de dados que alerta os utilizadores acerca do estado das suas plantações, entre outros.

 

PRINTSKIN (Inês Barreto, Cátia Alves e Andreia Barros) com um dispositivo de monitorização, de imagem e espetroscopia para deteção de cancro da pele não melanoma e melanoma. A BGI, enquanto aceleradora de negócios de base tecnológica, levou em carteira os cinco projetos para análise de futuros apoios para os transformar em produtos comercializáveis e os lançar no mercado. Duas equipas da UBI passaram já pela aceleradora BGI: a Follow Inspiration (Luís de Matos, ex-aluno de Informática da UBI) e a Pavnext (Francisco Duarte, ex-aluno de Engenharia Electromecânica da UBI).

 

Hack the Planet 2017 decorreu nos dias 13 e 14 de Dezembro, através de uma parceria da BGI com o EIT Climate-KIC Portugal hub - Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia. Além da UBI, participam na incitava mais quatro universidades portuguesas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados