RCB/TuneIn
Sábado, 21 Jul 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
JOSÉ LUÍS GADANHO DEIXA GARANTIAS E AVISOS
Rádio Cova da Beira
“O Partido Socialista não será uma força de bloqueio na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias do Fundão, Valverde, Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo”, garante o presidente da mesa do órgão.
Por Paulo Pinheiro em 19 de Dec de 2017

José Luís Gadanho, que falava na última sessão da assembleia, admite que podem existir acidentes de percurso, mas a ideia é levar o mandato até ao fim

“Por nós sim, não seremos força de bloqueio. Temos consciência que podem existir acidentes de percurso, ia havendo agora um, temos brevemente o orçamento e o plano de actividades e a seguir a conta de gerência… é um aviso que queremos trabalhar assim”, declara.

O autarca lamenta que no passado a lei não tenha sido respeitada na assembleia de freguesia, algo que não pode acontecer

“Estava convicto que a lei era seguida no Fundão como o é de norte a sul de Portugal, mas não era. Tenho até medo de utilizar adjectivos para qualificar aquilo que aqui encontrei. Alterar estas situações, que estavam instaladas há cerca de 10 anos, não é fácil. A bancada do PS quer estar de uma forma limpa, transparente, em uníssono a contribuir para construir um Fundão melhor, que é isso que nos move”.

No entanto, José Luís Gadanho alerta para o facto do actual xadrez político na assembleia e junta ser inédito e, por isso, poder acontecer algo inesperado  

“O eleitorado quis assim. A assembleia e o executivo da junta nunca estiveram formados desta forma: estamos 50 – 50 e há ainda um árbitro, a CDU, que temos de respeitar. Poderá acontecer muita coisa, mas não é nossa intenção criar qualquer tipo de situação. Obviamente, não vamos compactuar com determinadas atitudes que têm existido até agora”, declara o autarca.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados