RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CAPINHA: CONTAS DA JUNTA SÃO “UM PESADELO”
Rádio Cova da Beira
A junta de freguesia da Capinha tem uma dívida superior a 323 mil euros. Os números foram apresentados pelo novo presidente da autarquia numa reunião extraordinária da assembleia de freguesia e onde não foi aprovado o relatório de gestão intercalar apresentado pelo anterior executivo. Uma decisão justificada pelo facto de o documento omitir várias situações de dívida que foi contraída até ao passado dia 23 de Outubro.
Por Nuno Miguel em 28 de Nov de 2017
Nesta reunião da assembleia de freguesia, Vítor Fernandes apresentou uma lista com 45 devedores que tem montantes a haver da junta da Capinha. Números que, de acordo com o autarca “são um pesadelo muito grande. Em sabia que a situação estava mal mas está ainda pior do que eu tinha imaginado. São 323 mil euros de dívida apurada, já chegou hoje mesmo mais uma dívida de 695 euros e elas tem estado a cair diariamente. Vamos ver até final deste mês o que ainda vai chegar. Isto tem sido uma caixa de surpresas consecutivas. Esta situação deixa o nosso executivo completamente bloqueado. Não sabemos como vamos sair desta embrulhada porque a dívida é muito elevada. Temos um plano de pagamento à segurança social que não podemos falhar porque senão temos de pagar todas as prestações de imediato e são 588 euros por mês. Temos de pagar os ordenados aos funcionários e as suas contribuições e tudo isso absorve-nos o orçamento que temos. Sinceramente não sei como é que se irá resolver o resto da dívida”.  
No passado dia nove de Novembro a Policia Judiciária esteve na sede da junta de freguesia e onde apreendeu vários documentos para investigação. O autarca espera que a situação seja totalmente clarificada o mais depressa possível “a PJ esteve cá, levou os documentos todos deste 2013 até Outubro de 2017, levou as cópias dos cheques e por enquanto não sabemos mais nada. Vamos aguardar pelo desenrolar da situação porque aquilo que queremos é que esta situação seja completamente resolvida, nem que tenha de ser o executivo a avançar com uma auditoria a todas as contas. Quem vier a seguir a mim vai encontrar a casa arrumada”.
O relatório intercalar de gestão foi chumbado, com dois votos a favor e cinco contra. No final da reunião a líder da bancada do PSD, Maria do Carmo Pascoal, que no último mandato exerceu funções como tesoureira da junta de freguesia, não quis prestar quaisquer declarações.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados