RCB/TuneIn
Domingo, 22 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DECIS?O RATIFICADA
A c?mara de Penamacor n?o vai abdicar da poss?bilidade de reter 5 por cento do valor de IRS pago pelos munic?pes com domicio fiscal naquele concelho.
Por Nuno Miguel em 30 de Nov de 2009

A decisão, que já tinha sido aprovada pelo executivo, foi ratificada por maioria, com 5 votos contra e 3 abstenções na última reunião da assembleia municipal e mereceu críticas por parte da oposição.

O líder da bancada da coligação “Todos por Penamacor” refere que "o que está em causa nem sequer é o valor, que ronda os 70 mil euros, mas sim o sinal que este executivo podia dar aos municípes se abdicasse desta verba". António Bento acrescenta que "com a atribuição de menos um subsídio a uma qualquer entidade sediada em Castelo Branco, a câmara podia rapidamente poupar essa verba e poder deixar de cobrar IRS aos municípes".

Críticas rejeitadas por Domingos Torrão. O presidente da câmara de Penamacor garante que "o valor que está em causa, cerca de 62 mil euros, vai ser totalmente investido nos vários programas de apoio social que estamos a dinamizar como a generalização das refeições ou o programa de conforto habitacional". O autarca acrescenta que "se trata de um factor de justiça social somos nós a fazer a redistribuição, por quem mais precisa, das verbas pagas pelos cidadãos que pagam impostos ao estado".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados