RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“TEMOS DE NOS UNIR E LUTAR”
Rádio Cova da Beira
A coordenadora distrital do sindicato dos trabalhadores em funções públicas e sociais espera por uma elevada adesão dos trabalhadores do distrito à greve do sector da saúde que está agendada para amanhã.
Por Nuno Miguel em 23 de Nov de 2017

Outras da categoria:

De acordo com Cristina Hipólito “não é por acaso que estamos a reclamar uma carreira própria. Os trabalhadores, se fosse só para mudar papéis de um lado para outro, não tínhamos argumentos para reivindicar uma carreira específica. É exactamente por serem funções muito específicas que o estamos a fazer e também pela humanização dos serviços, que é algo que está na moda falar, mas depois nos actos não há correspondência com os discursos. Para além disso é urgente um contrato colectivo de trabalho para os trabalhadores em estão com acordos individuais. O ministério tem de abrir as negociações para podermos atribuir os mesmos direitos a todos os trabalhadores que tem funções públicas”.   
Outra das matérias que gera preocupação ao sindicato diz respeito à compensação das horas extraordinárias dos trabalhadores, que não tem sido devidamente compensados “há trabalhadores que lhes devem quase 200 horas e temos que tomar medidas rapidamente porque o final do ano está a chegar e dizem-nos que o programa informático limpa essas horas e depois os trabalhadores não podem ter direito a elas. Temos de nos unir e lutar porque isto não pode continuar”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados