RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CIM SAI EM DEFESA DA ABOLIÇÃO DE PORTAGENS
Rádio Cova da Beira
O presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela diz que redução do valor das portagens para empresas é bem vinda mas fica muito aquém das necessidades do território. Paulo Fernandes, em declarações à RCB, reafirma a defesa dos autarcas da CIM pela abolição como única forma de mudar o paradigma do desenvolvimento do interior do país.
Por Paula Brito em 22 de Nov de 2017
 

 “A nossa postura foi sempre do lado da abolição das portagens, quer no quadro do município quer da CIM, é evidente que quando há uma redução é bem vinda, mas recordo que para haver uma mudança de paradigma, sempre referimos que era a abolição total, mais agora com o problema de desenvolvimento que o interior tem com a questão dos incêndios”.

Segundo o autarca é inconcebível continuarem a ser praticadas no interior as portagens mais caras do país que nem sequer têm em atenção o PIB per capita da região.

“Há sempre uma questão muito complicada que é o facto de serem as mais caras do país, elas nem sequer estão conectadas com o PIB per capita o que faz com que esta região seja prejudicada relativamente a outras que tem um PIB muito superior e menores custos de contexto.”

O comentário do autarca fundanense e presidente da CIM das Beiras e Serra a Estrela ao anúncio do ministro adjunto Siza Vieira sobre a possibilidade de redução do valor das portagens para empresas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados