RCB/TuneIn
Sábado, 16 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“NÃO FAZ SENTIDO UMA EXPECTATIVA DE TANTOS ANOS”
Rádio Cova da Beira
Paulo Fernandes considera que chegou a hora de o ministério da saúde tomar uma decisão final sobre o processo de instalação de uma unidade de medicina nuclear na vertente de diagnóstico no hospital do Fundão.
Por Nuno Miguel em 16 de Nov de 2017
Vários estudos já foram feitos sobre a matéria mas decisão arrasta-se há mais de cinco anos. O presidente da câmara do Fundão considera que não faz sentido aguardar há tempo por uma decisão e pede ao ministério da saúde celeridade em torno deste assunto “já estamos há cinco anos nesta situação. Já foram feitos vários estudos, alguns até pelo próprio ministério que criou um grupo de trabalho para a distribuição deste tipo de equipamentos. Esse estudo demonstra bem que o posicionamento desta unidade faz sentido dentro do raio de acção que ela vai abranger, entre a Beira Interior e o Alto Alentejo, e por isso o que eu desejo e peço é que haja uma decisão”.   
O autarca fundanense acrescenta que “se por acaso este projecto não for aprovado o centro hospitalar tem de pensar como é que se posiciona em relação a uma questão como esta e, caso seja aprovado, tem que se preparar para operacionalizar esta questão o mais depressa possível. Estamos a chegar ao final do ano, a preparar os orçamentos para 2018 e era uma prenda muito importante para a nossa região e para todas as pessoas que tem necessidade de fazer este tipo de diagnóstico que, sabemos bem, que o fazem em condições muito precária e que podem ter aqui este equipamento de proximidade no nosso território”. 
Recorde-se que, para além desta valência, o centro hospitalar da Cova da Beira aguarda ainda por decisões do ministério da saúde quando à criação de uma unidade de hemodinâmica, para ficar localizada no hospital Pêro da Covilhã.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados