RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL脥TICA
CIM AINDA SEM ALTERA脟脮ES
Rádio Cova da Beira
A comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela s贸 vai escolher a nova estrutura dirigente para os pr贸ximos quatro anos quando as assembleias municipais dos 15 concelhos que integram o 贸rg茫o indicaram os seus representantes para a assembleia da comunidade.
Por Nuno Miguel em 15 de Nov de 2017
A decisão foi tomada por unanimidade na reunião do conselho intermunicipal, que decorreu na Guarda ontem à tarde. A continuidade dos actuais órgãos abrange também os secretários executivos, como refere o presidente da CIM “decidimos por unanimidade nesta reunião enquanto todos os órgãos não estiverem no exercício total das suas funções vai haver uma continuidade de toda a equipa assim como dos secretários executivos para evitar que se verifique um vazio. Quando o processo estiver concluído e todas as assembleias municipais elegerem os seus representantes para a assembleia municipal estaremos em condições de definir os passos seguintes para as decisões que iremos tomar”.   
Já em relação à sede, não foi tomada nenhuma decisão sobre a sua localização nos próximos quatro anos, embora o município da Guarda esteja a realizar obras no antigo edifício dos paços do concelho para ali instalar em definitivo a CIM. Uma situação que, a concretizar-se, vai obrigar a uma revisão dos estatutos, afirma Paulo Fernandes “essa situação obrigará sempre a uma revisão estatutária para ficar bem clarificada essa possibilidade de a sede ficar na Guarda e, para além disso, deverá existir também a uma posição com consenso no órgão executivo e também terá de passar na assembleia intermunicipal”.  
A próxima reunião do conselho intermunicipal deve ocorrer ainda antes do final deste ano e Paulo Fernandes admite que “só numa situação limite eu poderia rever a minha posição ou num limiar de necessidade para que se pudesse desbloquear alguma situação é que eu iria rever a minha posição de base. Considero que, depois destes dois anos, é importante haver outras propostas de pessoas que tenham uma motivação maior para ser presidente da entidade. Vou continuar a colaborar como sempre o fiz em todas as questões”.
A única alteração que se regista nos órgãos prende-se com a substituição de José Monteiro como vice presidente da CIM. O antigo autarca de Celorico da Beira, que não se recandidatou ao cargo nas eleições autárquicas de um de Outubro, sendo substituído directamente por Carlos Ascensão, novo chefe do executivo celoricense. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados