RCB/TuneIn
Sexta, 24 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ETEPA COMEMORA BODAS DE PRATA
Rádio Cova da Beira
O aumento do número de cursos e a consequente captação de um maior número de alunos são dois dos principais desafios que se colocam para o futuro da escola técnica e profissional albicastrense. A ideia foi deixada pelo presidente da direcção da associação comercial e empresarial da Beira Baixa, entidade promotora daquele estabelecimento de ensino, na sessão comemorativa dos 25 anos da Etepa.
Por Nuno Miguel em 14 de Nov de 2017

Outras da categoria:

Sérgio Bento sublinha que em Fevereiro deste ano foi possível concretizar uma velha aspiração, com a mudança para novas instalações. Por isso estão reunidas as condições para que a escola possa iniciar um processo de expansão “com as novas instalações há que tentar captar novos cursos e aumentar o número de alunos. Somos uma escola técnica e profissional sendo que este tipo de ensino ocupa actualmente um papel relevante nos planos curriculares, sendo uma verdadeira e eficaz alternativa aos currículos mais comuns. Esta escola é uma ferramenta essencial para abrir novos caminhos aos alunos, criando novas competências, permitindo um acesso mais fácil ao mercado de trabalho e dá também a oportunidade aos empresários de recrutarem quadros bem preparados para o desenvolvimento da sua actividade”.
Neste ano lectivo a escola técnica e profissional albicastrense tem matriculados 149 alunos, divididos por dez turmas. Oito desses estudantes são originários de Cabo Verde e da Guiné Bissau. Cristina Granada, directora da Etepa, sublinha que “em boa hora se congregaram esforços para que no concelho, na região e no país existisse a possibilidade de criar esta escola para formar jovens que saem daqui com uma formação teórica e prática. Penso que toda a região percebeu que a criação desta escola, com uma raiz intimamente albicastrense, é uma mais valia para todos”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados