RCB/TuneIn
Sexta, 17 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ELEGIBILIDADE PODE CHEGAR AOS 100 POR CENTO
Rádio Cova da Beira
A directora regional de agriculturas e pescas do centro garante que não vão faltar apoios financeiros para os pequenos agricultores do interior do país que viram as suas propriedades consumidas pelas chamas nos incêndios que ocorreram entre Junho e Setembro e que consumiram grande parte da mancha florestal do território.
Por Nuno Miguel em 09 de Nov de 2017
Adelina Martins marcou presença numa reunião que decorreu na Guarda, que juntou à mesma mesa autarquias, associações de produtores, cooperativas, bombeiros, forças de segurança e de protecção civil para analisar as medidas de apoio à reposição do potencial agrícola e onde sublinhou que “em virtude da revisão do PDR 20 20 passou a ser possível a elegibilidade a partir dos 100 euros. Ao ser possível essa elegibilidade e a elaboração de candidaturas, os pequenos agricultores estão diferenciados muito positivamente com aquilo que é a possibilidade de a ajuda até aos cinco mil euros ser a 100 por cento, enquanto que para os agricultores de média e grande dimensão já não há essa possibilidade. Mas estamos a falar de uma medida comunitária que obriga sempre a algum tipo de registo, e por isso tem que ter IB e parcelário. Mas hoje em dia já quase toda a gente tem o seu parcelário e por isso não vamos arranjar mais problemas do que aqueles que já existem. Estamos aqui para ajudar”. 
Um encontro onde Adelina Martins foi confrontada com a pretensão do presidente da câmara da Guarda, Álvaro Amaro, em que o município se mostrou disponível para assegurar os apoios aos agricultores e posteriormente ser reembolsados. A directora regional de agricultura e pescas do centro refere que tal não é possível “trata-se de uma ajuda à reposição do potencial produtivo e quem repõe é a pessoa que produzia. Se, por exemplo, estivermos a falar de uma fábrica de sapatos não é a câmara que vai fazer a fábrica ou comprar as máquinas. Por isso ao falar de uma actividade empresarial agrícola o princípio é o mesmo. Nesse sentido não me parece que seja muito fácil de encontrar enquadramento para essa situação”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados