RCB/TuneIn
Quarta, 22 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
OE DEVE INCLUIR ABOLIÇÃO DE PORTAGENS
Rádio Cova da Beira
A União de Sindicatos do distrito de Castelo Branco entende que só a inscrição da abolição das portagens no Orçamento do Estado (OE) para 2018 é que torna a sua aplicação obrigatória.
Por Paula Brito em 31 de Oct de 2017

Apesar da importância das propostas de resolução apresentadas em sede da Assembleia da República, uma vez que “servem de pressão política”, só a inscrição da abolição das portagens no OE tem valor de lei, refere a USCB em comunicado.

Assim, a USCB espera que em sede de discussão do OE na especialidade os partidos “à esquerda pressionem o governo para ali incluir a matéria das portagens”, apelando a todos para que, com o seu voto, imponham a abolição de portagens, refere a USCB lamentando que  governo “que enche o discurso com o interior” não tenha introduzido o tema no OE.

Para a USCB é intolerável que o assunto não conheça desenvolvimentos por parte do governo e é tempo dos autarcas passaram das palavras aos actos “juntando-se aos que não têm deixado cair este flagelo no esquecimento.”

Inserida na Plataforma contra as portagens, a USCB conclui dizendo que em conjunto encontrarão a melhor forma de agir e lutar.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados