RCB/TuneIn
Quarta, 22 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“VAMOS SER UM EXEMPLO”
Rádio Cova da Beira
António Dias Rocha quer fazer de Belmonte um exemplo para o interior do país, travando a desertificação com a instalação de novas empresas e a criação de emprego. No discurso de tomada de posse, o reeleito presidente da câmara de Belmonte prometeu novidades para breve.
Por Paula Brito em 24 de Oct de 2017

“Em breve teremos boas novas! Há empresas que se vão instalar aqui. Outras virão. Quando as pessoas tiverem emprego não abandonarão a sua terra natal e a sua família. Vamos ser um exemplo para a região do interior, travando a desertificação do nosso concelho de Belmonte”.

O autarca socialista conta com todos para elevar Belmonte a um patamar que visa a concretização de dois objectivos: fortalecer a economia local e atrair novos investidores. Valorizar a oferta turística é outro dos objectivos do autarca para o mandato que agora inicia com a perspectiva de desbloqueamento de verbas do quadro comunitário de apoio Portugal 2020. Assim, há obras que vão avançar em breve no concelho.

“Queremos avançar com o centro escolar de Caria. Está prometido. Vai ser uma realidade em breve. Vamos avançar com uma praça no antigo campo de futebol. A par do largo do castelo, será a nova centralidade de Belmonte. Um espaço amplo com uma arquitectura integradora. Será um local de convívio e festa, onde poderemos receber mercados, actividades desportivas, manifestações culturais…”

A requalificação do centro escolar de Belmonte, da praia fluvial e do edifício dos paços do concelho, a criação de uma unidade de cuidados continuados, de um centro de fisioterapia em Caria, de rotas e centros BTT e dos centros interpretativos de Centum Cellas e Quinta da Fórnea também fazem parte da lista das mais de duas dezenas de obras e projectos enumerados pelo autarca.

“A ampliação do cemitério do cemitério do Colmeal da Torre, a recuperação da antiga casa hidráulica em Belmonte, a criação de um mercado de proximidade em Caria para pequenos agricultores, a conclusão do plano director do ordenamento do território, com inclusão do plano director municipal da floresta, a criação de um jardim público em Caria. E outras tanta, tantas obras…”

As obras enumeradas por Dias Rocha na tomada de posse para um novo mandato, onde garantiu aos belmontenses fazer mais nos próximos quatro anos. “Faremos muito mais.”

No final, à comunicação social, António Dias Rocha confirmou a nomeação de António Manuel Rodrigues como vice-presidente e único vereador a tempo inteiro, admitindo também a possibilidade de nomear, este mandato, um adjunto.

Amândio Melo tomou posse como membro da bancada da oposição na câmara municipal de Belmonte. Eleito pela coligação PSD/MPT, o ex-autarca espera um mandato de trabalho.

“De trabalho e a pensar nos interesses da população, é isso que me traz cá, dar o meu contributo naquilo que for preciso e que entenderem que é mais apropriado, fá-lo-ei com todo o gosto, é isso que me move como autarca há tantos anos.” O ex-autarca promete uma oposição construtiva, “com elevação e não num espírito de derrotismo”, garante.

Questionado pela comunicação social sobre a sua disponibilidade para assumir pelouros, o ex-autarca mostrou “disponibilidade para trabalhar pelo interesse do município”.

Questionado sobre o mesmo assunto, Dias Rocha, diz que o assunto ainda não foi conversado, apesar de não ser essa a sua intenção “não me peçam que dê pelouros à oposição, em princípio, veremos, vamos analisar, também não sei se eles querem, ainda não tivemos nenhuma reunião, nem conversámos.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados