RCB/TuneIn
Quarta, 22 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“É PREMATURO FALAR NESSE ASSUNTO”
Rádio Cova da Beira
Vítor Pereira considera que ainda não chegou o momento de equacionar quaisquer cenários quanto à eleição dos novos órgãos dirigentes para a concelhia do PS da Covilhã. Em causa estão as declarações do actual líder da comissão política, Carlos Martins, que na noite das eleições autárquicas tornou pública a apresentação de uma recandidatura ao cargo.
Por Nuno Miguel em 23 de Oct de 2017
Questionado pela RCB sobre se vai apoiar essa recandidatura, depois de ter acusado Carlos Martins de tentar um golpe de estado quando desempenhava as funções de vice presidente da autarquia, Vítor Pereira é parco em palavras mas refere que não chegou ainda o momento de abordar esse cenário eleitoral “muito sinceramente não quero entrar por ai; não é ainda o momento para falar nesse assunto. Acho que é prematuro abordar essa questão antes de estar terminado o ciclo de instalação dos novos órgãos autárquicos. É de bom tom que as duas questões não sejam misturadas e por isso vamos ter tempo depois para olhar para o Partido Socialista”.
No entanto, o presidente da câmara da Covilhã sublinha que “é muito importante que o Partido Socialista tenha uma boa e forte comissão política e como rectaguarda dos autarcas que concorreram nas listas do PS e que contribuíram para a vitória que alcançámos na Covilhã. Os partidos continuam a ter um papel muito importante na vida política covilhanense e por isso é desejável que o PS tenha capacidade de intervenção”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados