RCB/TuneIn
Terça, 14 Ago 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
A.D. FUNDÃO VENCE FREIXIEIRO
A Desportiva do Fundão venceu esta tarde o Freixieiro para a 10ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão em Futsal, por 3-1
Por José Joaquim Ribeiro em 21 de Nov de 2009


Foi a primeira vez que a AD Fundão venceu a formação de Perafita, para o campeonato nacional. Este facto teve muito a ver com a qualidade do plantel dos fundanenses, mas tem também a ver com a saída de influentes atletas que nos últimos anos representavam esta equipa do concelho de Matosinhos.

A Desportiva do Fundão encarou este jogo com muito optimismo e esteve sempre muito compenetrada das tarefas que tinha que ultrapassar ao longo dos 40 minutos da partida e, para que tudo ficasse mais simples nada melhor que marcar cedo. Foi o que aconteceu. Estavam decorridos cinco minutos quando o marcador sofreu alteração, com um golo de Couto, depois de uma excelente recuperação de Vinícius à entrada da meia quadra adversária, servindo de imediato o capitão de equipa que só teve que correr para a baliza e facturar. O mais difícil estava conseguido, mas, pela qualidade dos jogadores forasteiros, era necessário concentração em todas as acções do jogo para que não se deixassem surpreender.

O jogo passou a ser mais disputado, mais equilibrado, mas com os fundanenses a apostarem em transições rápidas de modo a que o balanceamento adversário pudesse ser explorado com eficiência. Aos 15 minutos Bruno César , esgueirando à defensiva de Perafita rematou ao poste e um minuto depois acontecia o 2-0, com Couto a fazer um lançamento da esquerda para a direita onde apareceu Vinícius a rematar de primeira e a rubricar um golo de belo efeito.

Até ao intervalo o Freixieiro ainda teve ocasião para poder reduzir, mas até ao descanso nada mais aconteceu a merecer referencia.

A segunda parte começa praticamente com a obtenção do terceiro golo fundanense. Bruno César acreditou numa das jogadas de cariz individual, foi de tal maneira feliz que o resultado foi a marcação do 3-0. Estavam decorridos apenas 15 segundos desde que se tinha reatado a partida. Este golo vinha tranquilizar ainda mais a Desportiva mas era castigo demasiado pesado para o que o Freixieiro tinha feito até ali. A justiça no marcador acabou por acontecer dois minutos depois, quando o árbitro do encontro assinalou uma grande penalidade, lance que deixou algumas dúvidas, e que Ricardo converteu no 3-1.

Joaquim Brito, que achava que a sua equipa tinha condições para poder ganhar o jogo aqui no Fundão, apostou no tudo ou nada. Com 16 minutos para se jogarem optou por jogar com guarda-redes avançado. Esta alteração estratégica começou por criar alguma pressão nos fundanenses, que tiveram que se encolher na sua meia quadra. A maior pressão ofensiva do Freixieiro voltou a colocar à prova a qualidade do guardião Diégo Balbo e permitiu verificar que a equipa fundanense está bem trabalhada para não deixar que os adversários tirem vantagens desta forma de abordar o jogo. A Desportiva soube tapar os caminhos da sua baliza e por isso o resultado não voltou a sofrer alteração.

A Vitória assenta bem à equipa do Prof. José Luís, porque conseguiu gerir muito bem todos os momentos da partida, embora o resultado tangencial se ajustasse melhor ao que se passou nas quatro linhas.

Com esta vitória a Desportiva colocou-se na quarta posição da tabela classificativa, um lugar muito honroso

No próximo sábado a deslocação a Boticas reveste-se de muito difícil, mas os fundanense já deram provas de estar preparados para jogar em qualquer recinto. A RCB lá vai estar para lhe trazer o relato da partida.

Leal Martins


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados