RCB/TuneIn
Quarta, 22 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CERCA DE 20 MILITANTES EM VIAS DE EXPULSÃO
Rádio Cova da Beira
A Comissão política concelhia do PSD da Covilhã está a fazer o levantamento dos militantes que participaram ou apoiaram outras listas nas últimas eleições autárquicas no concelho. “Não é drama nenhum” refere Marco Baptista sobre o processo que resulta do cumprimento dos estatutos do partido.
Por Paula Brito em 18 de Oct de 2017
 

Segundo o presidente da comissão política concelhia do PSD da Covilhã o levantamento está a ser feito e a lista será enviada à comissão política e conselho de jurisdição nacional que decidirá se há ou não lugar a expulsão.

“À comissão política concelhia compete simplesmente identificar os casos, enviar para a comissão política nacional que tomará a decisão com o conselho de jurisdição nacional, obviamente trata-se de cumprir os estatutos, isto não é drama nenhum, isto acontece no país inteiro, acontece noutros partidos e as pessoas que andaram a apoiar outras candidaturas e a apoiar outros candidatos é que devem justificações eu, se me acontecesse a mim, entregava o cartão”.

Quanto a Joaquim Matias que, mesmo depois do rompimento do acordo de incidência governativa, se manteve com funções executivas na câmara da Covilhã e a quem acabou por se retirada a confiança política, não há lugar a processo disciplina.

“Embora internamente fizessem crer isso e também na praça pública, mas se isso fosse motivo esta comissão política já o teria feito, como não é motivo não o fez”. Marco Baptista recorda que Joaquim Matias não participou nem apoiou outra lista “apoiou o PSD do primeiro ao último minuto”, e acrescenta que “ele não fazia parte do executivo do PS, ele fazia parte do executivo municipal eleito pelo PSD.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados