RCB/TuneIn
Sexta, 24 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“SAIO DE CABEÇA ERGUIDA”
Rádio Cova da Beira
Luísa Branco não deve recandidatar-se à presidência da direcção do grupo humanitário de dadores de sangue da Covilhã. O acto eleitoral vai decorrer em Fevereiro do próximo ano mas nas recentes comemorações do 29º aniversário da instituição, a actual líder directiva afirmou que chegou o momento de passar o testemunho.
Por Nuno Miguel em 14 de Oct de 2017

Outras da categoria:

“Se não me recandidatar acho que a pessoa que vai ficar tem condições para prosseguir o nosso trabalho e eu não a irei desamparar e estarei ao lado dela, noutras funções, mas ligada ao grupo. Saio de cabeça erguida mas acho que chegou o momento de dar o lugar a outras pessoas que façam o mesmo que nós fizemos. Os actuais órgãos já estão em funções há algum tempo, as pessoas vão-se desgastando e quem vier até pode trazer novas ideias e dar um novo impulso ao grupo”. 
Antes de iniciar o actual mandato, Luísa Branco também manifestou a intenção de não se recandidatar mas depois acabou por retroceder. Uma situação que ficou a dever-se à necessidade de ultrapassar o impasse que se verificava em relação à ampliação da sede social “eu já tinha manifestado essa vontade de sair porque não sou apologista que as pessoas devem estar sempre no mesmo sítio. Mas sentia-me um bocado desgostosa porque foram feitas várias tentativas para conseguir resolver o problema da ampliação da sede. Por isso decidi manter-se até que a situação estivesse resolvida e como agora as obras vão começar em breve acho que chegou a hora de dar o lugar a outros”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados