RCB/TuneIn
Sexta, 20 Out 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ANA ABRUNHOSA APONTA FUNDÃO COMO EXEMPLO
Rádio Cova da Beira
A presidente da comissão de coordenação da região centro apresenta o caso do Fundão como um bom exemplo de atracção de empresas internacionais e de fixação de quadros qualificados. Declarações feitas por Ana Abrunhosa em Bruxelas, numa intervenção dedicada à semana europeia das regiões e cidades, que termina esta quinta-feira.
Por Nuno Miguel em 12 de Oct de 2017
A presidente da CCDR sustenta que "o que faz as regiões e as cidades serem resilientes são sobretudo as suas pessoas, a liderança e o ter uma estratégia integrada. É respeitar os recursos e as pessoas do território, o que chamamos os recursos endógenos, e desenvolvê-los de forma inovadora". Ana Abrunhosa destacou ainda a importância de se diversificar a base económica das regiões, considerando que "apoiar toda a estratégia num só sector é algo muito arriscado".
Na abordagem ao tema "cidades resilientes e a importância das redes", a presidente da CCDR apresentou casos concretos de projectos que estão a ser desenvolvidos na região centro, de que são exemplos o campus de tecnologia e inovação de Oliveira de Hospital, o papel do instituto Pedro Nunes, em Coimbra, como entidade que presta apoio em projectos científicos de responsabilidade social mas também o caso do Fundão. Ana Abrunhosa afirmou que a cidade que "estava condenada há uns anos, com uma taxa de desemprego elevadíssima, um saldo de população muito negativo", mas que agora "consegue atrair empresas internacionais e centenas de pessoas qualificadas".

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados