RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
SAÍDA SEM MÁGOA
Rádio Cova da Beira
Jorge Torrão lamenta não ter sido possível neste mandato avançar com o projecto de requalificação do teatro municipal da Covilhã. A ideia deixada, em entrevista à RCB, pelo vereador da cultura que vai cessar funções com a tomada de posse dos novos órgãos municipais.
Por Nuno Miguel em 11 de Oct de 2017
O autarca fez um balanço positivo dos três anos em que desempenhou essas funções, tem pena de não ter podido dar mais ao concelho e garante que sai sem qualquer mágoa “não levo mágoa absolutamente nenhuma. Levo com esperança, que gostava que tivesse sido no meu tempo concretizada a recuperação do teatro municipal, mas que foi impossível sob o ponto de vista técnico e orçamental. De qualquer maneira é uma obra que eu acredito que vai ser uma realidade no próximo mandato e eu lá estarei junto do presidente da câmara no dia em que o espaço for inaugurado e que vai marcar profundamente uma renovação da oferta cultural da Covilhã”. 
Jorge Torrão acrescenta que a sua saída do executivo faz parte da estratégia de renovação que foi definida pelo presidente da câmara municipal e cujos resultados foram bem visíveis nas urnas “o Dr. Vítor Pereira afirmou publicamente a existência dessa renovação e que eu, com humildade, tenho de reconhecer. Os resultados estão ai e dão razão ao presidente da câmara. Sinto uma grande honra por ter pertencido ao executivo que governou a Covilhã no último mandato embora entenda que a Covilhã merece muito mais do que aquilo que eu pude produzir”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados