RCB/TuneIn
Segunda, 19 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PLATAFORMA CRÍTICA SILÊNCIO DO GOVERNO
Rádio Cova da Beira
Os dois movimentos de empresários, a comissão de utentes a união sindicatos de Castelo Branco manifestaram o seu descontentamento pela ausência de respostas do governo às sucessivas interpelações sobre a abolição de portagens na A 23 e na A 25.
Por Nuno Miguel em 29 de Sep de 2017
Em comunicado, a associação empresarial da Beira Baixa afirma que "é intolerável que este assunto não conheça desenvolvimentos por parte do Governo, apesar do consenso gerado na região, com a reconhecida imprescindibilidade do fim deste imposto indirecto sobre as empresas e pessoas da região".
Neste documento, subscrito pela AEBB, comissão de utentes da A23 movimento empresarial “Pela Subsistência do Interior” e união de sindicatos de Castelo Branco (USCB), é referido que desde Junho que estão a aguardar por respostas às interpelações sobre esta matéria por parte do ministério do planeamento e infraestruturas, comissão parlamentar de economia e de quase todos os grupos parlamentares, à excepção do PCP. 
As quatro entidades signatárias do documento decidiram enviar novos pedidos de audiência sobre esta temática ao secretário de estado do planeamento e das infraestruturas, comissão de orçamento, finanças e modernização administrativa, comissão de economia, e obras públicas e também aos grupos parlamentares por considerarem que “ é possível fazer avanços em relação a esta matéria, na fase que se aproxima, de negociação do orçamento do estado para 2018, existindo actualmente vários sinais de recuperação ao nível do crescimento económico e da diminuição do défice. É por isso absolutamente necessário colocar esses sinais positivos ao serviço do país e, muito concretamente, do interior".

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados