RCB/TuneIn
Sexta, 22 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTEBOL - 3? DIVIS?O NACIONAL
A jornada do fim de semana s? n?o foi positiva da a ADEP. Os Penamacorenses deixaram-se surpreender pelo Lousanense, num jogo que at? come?ou melhor para a equipa de V?tor Salvado.
Por José Joaquim Ribeiro em 29 de Dec de 2007

O grande destaque vai para a vitória que o Sertanense impôs à equipa do União da Serra, em sua própria casa, Santa Catarina da Serra. A equipa de Duda jogou sempre muito apoiada, quer nas acções defensivas quer nas acções ofensivas. Deu o domínio do jogo ao seu adversário, mas controlou sempre o jogo e criou três /quatro boas ocasiões para marcar, a mais flagrante das quais aconteceu aos 52' quando Vicente se isolou, depois de um livre e atirou ao lado, com tudo para poder fazer o golo. O golo que daria a vitória à equipa da Sertã acabaria por acontecer aos 71 minutos, por intermédio de Américo, que aproveitou da melhor forma um lance de bola parada para dar a conquista dos três pontos à sua equipa.

Até final os homens da Sertã tiveram que jogar muito concentrados de modo a evitarem que o seu adversário, que cresceu muito e que procurava chegar por todos os meios ao empate, os surpreendesse.

Com este resultado o Sertanense ocupa a 3ª posição na tabela classificativa, com 26 pontos, um lugar muito honroso para quem joga apenas para fazer um campeonato tranquilo.

No Paul a equipa de Unhais da Serra só conseguiu expressar a sua grande superioridade sobre o seu adversário deste sábado aos 68 minutos quando Caniço, que havia entrado poucos minutos antes na partida, marcou o primeiro golo. A jogada foi de Edgar que assistiu de forma superior Caniço e este não se fez rogado e abriu o activo. Antes já o Unhais da Serra tinha desperdiçado uma mão cheia de oportunidades , algumas das quais perdidas de forma escandalosa. Já próximo do termo da partida Vaz Alves também " molhou a sopa ", com um golo que acabou por dar mais alguma justiça ao que se passou dentro das quatro linhas.

Foi uma vitória esperada mas suada, um triunfo muito justo para os homens de António Real. Este resultado permite à equipa de António Real manter a 2ª posição da geral a três pontos do líder Monsanto, com quem o Unhais vai jogar já no próximo fim de semana.

Em Penamacor o jogo entre ADEP e Lousanense era uma daquelas partidas que não se deviam desperdiçar. O Penamacorense tinha que fazer tudo o que estivesse ao seu alcance para poder somar os três pontos. Parece que não foi isso que aconteceu. Terá ficado mesmo muita coisa por fazer. A entrega, que não se questiona, por parte dos jogadores, tem que ser mais constante e durante mais tempo numa partida de futebol.

Neste jogo a ADEP entrou bem, pois teve uma boa ocasião para marcar e não desperdiçou. Foi logo aos 18 minutos que Picas fez o tento que inaugurou o marcador. Sem que se entenda a razão, até ao intervalo nem mais uma situação foi criada de modo a que o resultado ganhasse outra amplitude e desse outro conforto à equipa que mais necessita de pontos. Do outro lado estava uma equipa que já tinha revelado, ao longo do campeonato, ser muito frágil e também ela não criava ocasiões para marcar. A única que criou em toda a primeira parte resultou, também, em golo. Faltava um minuto para o intervalo e o Lousanense marcou por intermédio de Mané.

Na segunda parte o figurino de jogo manteve-se e para a ADEP tudo ficou mais complicado quando aos 73' Pedro Silveiro é excluído da partida, por acumulação de cartões amarelos. Este revés teve uma reacção muito positiva da equipa que passou a encarar o jogo com outra estratégia, todavia, haveria de ser a equipa forasteira a marcar por intermédio de Canita, quando faltavam sete minutos para o termo do encontro. A ADEP ainda tentou chegar ao resultado positivo mas o Lousanense não abriu brechas para que os de Penamacor pudessem entrar na sua grande área e tivessem ocasião de alvejar a sua baliza.

Foi uma derrota que resulta do facto de não haver maior consistência da equipa da ADEP, numa altura que na tabela classificativa os adversários directos, na luta pela manutenção, estão cada vez a ficar mais longe. Nada é decisivo mas começa a ser preocupante.

No próximo fim de semana a ADEP joga na Sertã em mais um clássico do futebol distrital, enquanto quer o Unhais da Serra vai até Monsanto para defrontar o líder desta série D.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados