RCB/TuneIn
Sexta, 10 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
N?O FOI CLARO NEM CORRECTO
A lista D.A.R, concorrente ?s elei??es aut?rquicas do passado dia 11 de Outubro, ? assembleia de freguesia do Fund?o, e que obteve o maior n?mero de votos, embora sem maioria absoluta, afirma que o comportamento do PS e CDU no processo de instala??o da junta e assembleia de freguesia ?n?o foi o mais claro e correcto?.
Por Paulo Pinheiro em 16 de Nov de 2009

Em comunicado, a D.A.R. sublinha que foi a lista que viabilizou a junta de freguesia do Fundão já que foram os seus seis votos favoráveis que permitiram a sua criação.

Em todos os cenários propostos para o elenco da junta, os elementos do PS votaram sempre contra, uma situação que “se reveste de alguma incongruência, pois permitiu a dois dos seus membros fazerem parte da actual junta”, ou seja “ votaram contra si mesmos”, sublinha a lista D.A.R.

Em relação à CDU, depois de terem apresentado a proposta de proporcionalidade para a junta, face aos resultados, de 2 elementos da D.A.R, 2 elementos do PS e um da CDU, quando confrontados na AF com a sua aceitação na quarta e quinta propostas, na primeira votaram contra e na segunda abstiveram-se. Uma postura para a qual a lista D.A.R, liderada por Manuel Malícia Trindade, deixa a pergunta “ que interesses estariam a defender: os do partido, respectivos princípios e ideias ou os de outros?”.

A D.A.R expressa o desejo de, após tomada de posse ocorrida a 5 de Novembro, os membros do PS e CDU, que incorporam a junta, possam assumir plenamente o lema da lista vencedora: dedicação, ambição e responsabilidade na condução dos destinos da junta de freguesia do Fundão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados